Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
CLIQUE E RECEBA A REVISTA EM CASA A PARTIR DE R$14,90/MÊS Clique e receba em casa a partir de R$ 14,90

Causos do Miltão: Arquibancada, a testemunha da bola!

Estádios modernos, mas sem os craques do passado

Por Milton Neves Atualizado em 8 mar 2017, 14h29 - Publicado em 24 dez 2016, 07h00

Hoje temos no mundo inteiro, como no Brasil, estádios maravilhosos com o torcedor sentado em cadeiras confortáveis ou acomodados em camarotes, mas, antigamente, sentava-se no cimento, nos barrancos, nas marquises e até nas torres de iluminação.

1948: naquele Santos 1 x 0 São Paulo a Vila Belmiro encheu tanto que os torcedores subiram na torre! Podia isso, Arnaldo? – Revista Placar

1958, em Machado-MG: Garrincha, Zagallo e Didi ao lado de Armando Nogueira e Oldemário Touguinhó: tudo lotado, e só faltou torcedor subir no eucalipto – Revista Placar

E quando Santos e Pelé pararam a guerra civil em Biafra, na Nigéria, em 1969? Tinha tanta gente que o povão invadiu as marquises. Que perigo, não é mesmo? – Revista Placar

E vejam como era o Parque São Jorge em 1965 – Revista Placar

E agora comparem com os estádios de hoje. Só que, antigamente, nossos jogadores eram 300% melhores! – Revista Placar

Continua após a publicidade
Publicidade