Clique e assine a partir de 9,90/mês

Cássio ironiza suposta ‘mala branca’ do Corinthians ao Cruzeiro

'Até onde sei, o clube não vem numa situação financeira tão boa', disse o goleiro. Jogadores do Cruzeiro negaram 'prêmio' de R$ 500.000 contra o Palmeiras

Por Da redação - Atualizado em 2 nov 2017, 15h00 - Publicado em 2 nov 2017, 14h52

Em toda reta final de Brasileirão, o assunto “mala branca” – como é conhecido o incentivo financeiro dado por um clube X a uma equipe Y para que esta vença seu jogo contra uma time Z e assim favoreça a equipe pagadora – sempre vem à tona. Nesta quinta-feira, o portal UOL noticiou que jogadores do Cruzeiro celebraram o pagamento de um prêmio de 500.000 reais (que seriam divididos entre o grupo) pelo empate em 2 a 2 com o Palmeiras, na última segunda. O resultado favoreceu o líder Corinthians.

Nesta manhã, representantes de Cruzeiro e Corinthians negaram a informação, que teria sido passada por fontes ligadas aos atletas. O meia Thiago Neves, do time mineiro, foi um dos primeiros a se pronunciar. “Não precisamos de mala branca para ter motivação para ganhar os jogos, independente da situação de qualquer time no campeonato”, escreveu.

O gerente de futebol do Cruzeiro, Tinga, também convocou entrevista para negar o ocorrido e dizer que os atletas estão incomodados. “Todos aqui são extremamente profissionais e não participariam de uma coisa dessas. Nosso clube tem uma forma de jogar, entra sempre para ganhar.”

Cássio faz piada

O goleiro Cássio, do Corinthians, também foi questionado sobre o assunto após o treino da equipe e brincou com a situação. “Pô, 500.000 reais? Até onde eu sei, o Corinthians não vem numa situação financeira boa para dar esse dinheiro…” Em seguida, o goleiro disse que considera a “mala branca” algo “aceitável”.

Continua após a publicidade

“Nunca recebi, mas sendo bem honesto, acho que inaceitável é receber para perder o jogo. De repente, um clube dar dinheiro para motivar outro, não sei… se for dinheiro declarado e estiver tudo certinho, acho que tudo bem.” O Corinthians lidera o Brasileirão com 59 pontos, cinco à frente que o Palmeiras, justamente seu adversário do jogo de domingo, às 17h, em Itaquera.

Publicidade