Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Caso Fagner: Corinthians se defende e diz que CBF desconvocou jogador

Cortado da seleção por lesão, lateral apresentou recuperação surpreendente e pode entrar em campo na semifinal da Copa do Brasil contra o Flamengo

A provável escalação de Fagner, do Corinthians, na semifinal da Copa do Brasil diante do Flamengo, gerou contestações do clube carioca, devido à rápida recuperação do lateral-direito, cortado dos amistosos da seleção brasileira por lesão. O Corinthians divulgou uma nota oficial nesta terça-feira informando que a desconvocação do jogador, por lesão muscular, foi uma decisão tomada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e não pelo clube.

“O departamento médico do Sport Club Corinthians Paulista informa que a desconvocação do atleta Fagner da seleção brasileira ocorreu após envio de exames específicos e de imagens diretamente à CBF (Confederação Brasileira de Futebol) e a decisão foi tomada exclusivamente pela entidade, pois o clube não detém autonomia para tal processo”, diz o documentoO clube também divulgou uma cópia do resultado do exame realizado por Fagner em 31 de agosto.

Fagner foi chamado para os amistosos do Brasil contra Estados Unidos e El Salvador e posteriormente desconvocado devido a uma lesão na coxa esquerda sofrida na eliminação para o Colo-Colo, pela Libertadores. O prazo de recuperação divulgado pelo Corinthians na época era de três a quatro semanas, mas ele voltou a treinar em 12 dias.

“Inicialmente, o prazo que nós tínhamos dado era de duas a três semanas. Só que o Fagner teve uma evolução surpreendente. Ele reagiu muito bem nos últimos dias, ontem treinou e hoje fará um treinamento mais específico com bola para ver como ele se sente e se tem condições de jogar ou não. Ele pode também não ter condições de jogo”, afirmou Joaquim Grava, médico do Corinthians, à ESPN Brasil, nesta terça-feira.

Segundo informações do SporTV, o Flamengo – que teve o meia Lucas Paquetá convocado para os amistosos da seleção – pretende denunciar o Corinthians caso Fagner atue nesta quarta no Maracanã, apoiando-se em normas da Fifa. De acordo com o artigo 5 do capítulo sobre Restrições em Jogos, do Regulamento de Status e Transferências da entidade, um atleta que se recuse a atuar por uma seleção não está habilitado a atuar pelo período de cinco dias após o último compromisso de sua seleção no período.

A utilização de Fagner, no entanto, só seria considerada irregular caso o próprio jogador tivesse se recusado a jogar pela seleção. Segundo o Corinthians, o lateral foi liberado depois de diagnosticado com um problema médico. O primeiro jogo da semifinal da Copa do Brasil começa às 21h45 (de Brasília) desta quarta-feira.