Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Casemiro reforça crítica sobre a realização da Copa América no Brasil

Volante também lamentou o surto de Covid-19 que atingiu o elenco da seleção da Venezuela, adversária do Brasil na estreia da Copa América

Por Da Redação 13 jun 2021, 13h07

Depois do técnico Tite, foi a vez de Casemiro, capitão da seleção brasileira, criticar a organização da Copa América no Brasil. Em coletiva de imprensa, o volante reiterou a ideia publicada no manifesto, em que os jogadores se dizem contra a competição, mas que vão atuar.

Assine a revista digital no app por apenas R$ 8,90/mês

“A gente já se manifestou e não estávamos felizes com a Copa América ser aqui no Brasil. Somos atuais campeões. A forma como ela foi apresentada. A Copa América, uma competição centenária, tão bonita, não pode ser organizada em 10 dias. A forma que foi feita, não foi da melhor maneira. Mas estamos aqui e queremos vencê-la”, disse o jogador.

A estreia do Brasil na competição continental será neste domingo, 13, às 18h (de Brasília), contra a Venezuela. A seleção venezuelana foi atingida por um surto de Covid-19 e precisou convocar 15 novos atletas para compor o elenco. Casemiro lamentou o ocorrido.

“O Covid não foi embora. Ele está aí. É delicado. A gente fica chateado pelo espetáculo. Em 10 dias fazer uma Copa América assim. Estamos chateados que a Venezuela não esteja com a força máxima. Vamos honrar o jogo”, comenta o volante.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade
Publicidade