Clique e assine a partir de 9,90/mês

Casagrande emociona colegas ao falar sobre dependência química

"Me fiz a proposta de vir para a Copa sóbrio, passar a Copa sóbrio e terminar a Copa sóbrio. Eu consegui", disse o ex-jogador e comentarista

Por Da redação - Atualizado em 15 jul 2018, 16h21 - Publicado em 15 jul 2018, 14h37

Após o fim da partida entre França e Croácia que consagrou a primeira como bicampeã mundial, o comentarista Walter Casagrande Júnior comoveu a equipe de cobertura da Copa do Mundo na Globo com uma revelação.

Ele disse que a Copa da Rússia foi a mais importante de sua vida por causa de uma vitória pessoal. “Tive uma proposta, quando eu saí do Brasil, que era chegar pela primeira vez em uma Copa do Mundo sóbrio, permanecer sóbrio e voltar para casa sóbrio”, contou, com a voz embargada.

Galvão, chorando, respondeu: “Assim você chora e me faz chorar também. Parabéns, Casa. Que Deus te abençoe”.

Casagrande é dependente de álcool e drogas e fala abertamente sobre sua luta contra o vício em entrevistas. Em seu livro, ele conta que começou a usar as substâncias quando adolescente, e não parou quando se tornou um jogador profissional durante a década de 80.

Continua após a publicidade
Publicidade