Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Casa de lateral do Barcelona é assaltada horas antes de clássico espanhol

Por questões de segurança, o português Nelson Semedo, assim como os companheiros de clube, estava concentrado em um hotel antes do clássico

Por EFE - 18 dez 2019, 13h48

A casa do lateral-direito português Nelson Semedo, do Barcelona, foi invadida por criminosos nesta quarta-feira 18, poucas horas antes do clássico do clube com o Real Madrid, no Camp Nou, pelo Campeonato Espanhol. O jogador, assim como os companheiros, estava concentrado em um hotel próximo ao local da partida, como forma de precaução por causa dos protestos marcados na capital da Catalunha.

Segundo informação veiculada pela emissora Cadena Ser, a polícia local recebeu alerta às 14h local (10h de Brasília), de um roubo na casa de Semedo. A corporação já abriu uma investigação sobre o caso, para tentar identificar os autores.

Barcelona e Real Madrid se enfrentarão às 16h (de Brasília) em partida pela 12ª rodada do Espanhol, que deveria ter acontecido no dia 26 de outubro, mas acabou adiada devido às manifestações pela sentença proferida contra líderes independentistas catalães.

Assaltos a casas de jogadores têm se tornado comum na Europa. Nomes como Lucas Vázques, Isco e o técnico Zinedine Zidane, do Real Madrid, Gerard Piqué, Jordi Alba e Arthur, do Barcelona, Joáquin Sánchez e William Carvalho, do Betis, Sadio Mané, do Liverpool, Memphis Depay, do Lyon, e Thiago Silva, do PSG, entre outros, também já foram vítimas. Em todos os casos, as invasões foram realizadas na hora exata das partidas.

Publicidade