Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Carnaval de São Paulo: Neto, o ‘gente boa’ do camarote

Ex-jogador atendeu a todos os pedidos de fotos. "Muita gente me pede desculpas quando me conhece"

O ex-jogador Neto foi o mais assediado – e disparadamente o mais solícito – entre os famosos do camarote de uma marca de cerveja no sambódromo do Anhembi, em São Paulo, na madrugada deste domingo, 3. O polêmico comentarista da TV Bandeirantes atendeu a todos os pedidos de fotos e conversou animadamente com os fãs no Carnaval de São Paulo.

Enquanto outros boleiros famosos curtiam em um espaço reservado – o “camarote do camarote” – Neto era assediado por foliões e até os faxineiros e bombeiros do evento.

“Não faço distinção por profissão, são todos iguais. Não tem que diferenciar ninguém por classe social ou opção sexual. Trato todo mundo bem e sempre fui assim, não é porque hoje sou uma pessoa famosa que vou fazer diferente. Tenho 30 anos da fama, com oscilações, levantando e caindo”, comentou.

Enquanto Neto atendia a todos, sua esposa Sandra Ferreira aguardava ao lado pacientemente. “Já acostumei, é sempre assim onde quer que ele vá”.

Neto confirma: “Muita gente que me xinga pede desculpas quando me conhece. E eu perdoo. Sou um cara duro, às vezes falo coisas que as pessoas não têm coragem de falar na televisão, mas pessoalmente veem que não sou assim. E isso é legal, eu também tenho ideias diferentes de outras pessoas e depois vejo que estava errado, sou humano”.

O comentarista disse que anda revendo o modo debochado de comentar que o consagrou. “Só o que não pode é faltar com respeito e às vezes eu sinto que posso fazer isso com um ou outro jogador. Imagina a mãe deles como fica quando eu critico. Ultimamente tenho pensado mais no que a família do jogador pode pensar, tenho que me equilibrar um pouco mais”, reconheceu.

Ainda no início dos desfiles do Carnaval de São Paulo, Neto disse que tentaria aguentar ficar acordado até a última escola da noite, a Gaviões da Fiel. “Mas é muito tarde, não sei se vou aguentar. Que baita burrice também colocar a Gaviões por último”, cravou, a seu estilo.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Realmente, o carnaval está em pleno declínio…

    Curtir