Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Carille critica arbitragem e ‘recoloca’ Palmeiras na disputa

Treinador do Corinthians protestou contra pênalti não marcado no Engenhão e disse que vantagem de seis pontos sobre o rival ainda é "considerável"

O Corinthians deixou o Engenhão bastante descontente com a arbitragem na derrota por 2 a 1 para o Botafogo, na noite desta segunda-feira, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. O técnico Fábio Carille reclamou especialmente de um pênalti não marcado sobre aos 48 do segundo tempo e cobrou a presença de árbitros mais experientes na reta final do torneio. Com a vantagem na liderança reduzida para seis pontos, Carille ainda se viu obrigado a “recolocar” o Palmeiras na disputa pelo título.

“Um jogo desse tamanho, com um time brigando pelo título e outro pela Libertadores, não pode botar um árbitro inexperiente”, afirmou Carille na entrevista coletiva. O árbitro Rodrigo Batista Raposo apitou apenas seu sexto jogo neste Brasileirão e não assinalou falta de Igor Rabello em Jô nos acréscimos da partida no Estádio Nilton Santos.

Veja também

Há algumas semanas, Carille chegou a excluir o Palmeiras da briga pelo título, citando Santos e Grêmio como os principais concorrentes do Corinthians Brasileirão. Nesta segunda-feira, reconsiderou. “Falei que as duas equipes que estavam brigando pelo título eram Santos e Grêmio e disse que era mais difícil para o Palmeiras pela pontuação, mas neste campeonato você consegue três vitórias e as coisas mudam. Vejo os três com chances ainda.”

Confira a classificação completa do Brasileirão

A última vez que o Corinthians viu um vice-líder tão próximo aconteceu em julho, quando o Grêmio chegou aos 31 pontos e ficou a seis pontos do Corinthians. De lá para cá, a diferença sempre foi maior.

Apesar da desconfiança da torcida e da empolgação dos palmeirenses, Carille acredita que a vantagem ainda é grande e tenta evitar maiores preocupações. “É uma vantagem ainda considerável. Mas se a gente quer algo no campeonato temos de nos concentrar mais.”

O elenco do Corinthians volta para São Paulo na tarde desta terça-feira, e na quarta inicia os preparativos visando o confronto com a Ponte Preta, domingo, em Campinas. Até a data da partida, o objetivo de Carille é conseguir evitar que a pressão sobre os atletas fique ainda maior. “Vou pedir trabalho e seriedade, não tem outro caminho. A gente tem de ir para campo e trabalhar. Claro que chega num momento do campeonato que a pressão aumenta e a gente tem de ter maturidade.”