Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Campos de Bola – Terra de Didi e Amarildo

Campos Atlético disputa a série B do Carioca neste ano

Em Campos dos Goytacazes-RJ, cidade dos campeões mundiais Didi (58 e 62) e Amarildo (62) e de clubes bastante conhecidos como Americano e Goytacaz, que chegaram a disputar as primeiras divisões dos Campeonatos Brasileiro e Carioca e hoje participam na Série B do Carioca, desponta uma outra instituição, centenária, o Campos Atlético, que leva o nome do município, este também muito falado pela bacia produtora de petróleo.

Fundado no mesmo ano – 1912 – do Goytacaz, onde Amarildo jogou, do Rio Branco (licenciado) e do Industrial (extinto), estas duas últimas equipes que contaram com as atuações de Didi – o Americano é de 1914 –, o Campos Atlético disputa pela primeira vez a Série B do Carioca em 2016 – Grupo ‘B’, Taça Santos Dumont. 

Em 2015, o ‘Roxinho’, como é chamado, jogou a Série C do Carioca, na qual permaneceu invicto até o fim do campeonato, foi campeão do 2º turno e alcançou o acesso para a Série B.

O clube, instalado no Parque Leopoldina, bairro dos ferroviários e da comunidade da Baleeira, onde fica localizado o estádio Ângelo de Carvalho, inaugurado na década de 1950 em amistoso com o Botafogo, atualmente tem capacidade para 900 espectadores.

Em 74, o Campos Atlético chegou a enfrentar amistosamente o Palmeiras, que levou à cidade de Campos a base da seleção brasileira que tinha disputado a Copa de 74: Leão, Luís Pereira, Ademir da Guia, Leivinha e o técnico Oswaldo Brandão. Pelo Roxinho jogaram o zagueiro campeão mundial com o Brasil em 70, Brito, e o meia Afonsinho, primeiro jogador brasileiro a obter o passe livre.

Em dois jogos na série B do Carioca até agora, o Campos venceu os dois e lidera sua chave.