Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Campeonato Mineiro: velhos nomes, mesma força

Com poucos reforços, Atlético-MG e Cruzeiro mantiveram jogadores de destaque

A 104ª edição do Campeonato Mineiro começa com suas duas principais equipes concentradas na Copa Libertadores. O Atlético-MG jogará a fase preliminar da competição  e divide a atenção com o Estadual. O Cruzeiro jogará mais tarde na competição sul-americana, e poderá usar o Campeonato Mineiro para evoluir a equipe.

Nenhuma contratação de peso foi feita pelas equipes, que renovaram os contratos de velhos nomes e trouxeram ídolos do passado. O Atlético-MG trouxe o zagueiro Réver, campeão da Libertadores, que estava no Flamengo.

Paulistão 2019: ainda em meio a polêmicas de 2018

Estadual do Rio: todos contra o Flamengo

Campeonato Gaúcho: promessa de muitos gols

Por sua vez, o Cruzeiro, que novamente terá Mano Menezes como treinador, renovou o contrato com o meia Thiago Neves, que tinha propostas para sair, e manteve o zagueiro Dedé.

A partir das semifinais, o torneio terá o uso do árbitro de vídeo (VAR) nas partidas.

Destaques

Atlético-MG

O zagueiro Réver, do Atlético-MG contra o São Paulo pela última rodada da fase de grupos da Copa Libertadores 2013

Campeão da Libertadores em 2013, Réver voltou ao Atlético-MG (Ivan Pacheco/VEJA)

Réver – Zagueiro campeão da Libertadores com o Atlético-MG em 2013, Réver voltou ao clube nesta temporada após passagem pelo Flamengo. Ídolo da torcida, ele chega para melhorar o setor defensivo do clube.

Victor – Outro campeão da Libertadores, ídolo da equipe, e reserva do Brasil na Copa de 2014, o goleiro Victor vai para sua oitava temporada no Atlético-MG e busca seu quarto título mineiro.

Cruzeiro

Thiago Neves renovou com o Cruzeiro (Alessandra Torres/Eleven/Estadão Conteúdo)

Mano Menezes – O treinador Mano Menezes fará sua terceira temporada seguida pelo Cruzeiro e tenta repetir o sucesso de 2017 e 2018, quando conquistou a Copa do Brasil. Um dos objetivos é conquistar também a Copa Libertadores.

Thiago Neves – O meia foi o “grande reforço” do Cruzeiro, ao renovar seu contrato com o clube no começo do ano e a permanência na equipe. Sem grandes contratações, o clube confia em sua técnica para conquistar melhores resultados.

América

Neto Berola –  O atacante foi uma das grandes contratações para 2019, após o rebaixamento do clube no Campeonato Brasileiro. O jogador, com passagens por Vitória, Atlético-MG, Santos e Coritiba, era titular do CSA que conseguiu acesso no Campeonato Brasileiro em 2018 e agora reforça o América.

Interior

Tombense

Felipe – O goleiro foi quatro vezes campeão paulista, da Copa do Brasil e da Libertadores pelo Santos, muitas vezes como titular.

Juan – O lateral esquerdo, ex-São Paulo, Arsenal, Flamengo, Fluminense, Santos e seleção brasileira, jogará pelo clube após passagem pelo CSA, que conseguiu acesso no Campeonato Brasileiro em 2018.

Tupi

Aislan – Zagueiro revelado pelo São Paulo e com passagens pelo Vasco e Sheffield United.

Tupynambás

Leandro Salino – O experiente volante, de 33 anos, com passagens por América-MG, Cruzeiro, Flamengo e futebol português, jogará pelo clube em 2019.

O campeonato

Início: 19 de janeiro
Término: 21 de abril
Participantes: América, Atlético, Boa Esporte, Caldense, Cruzeiro, Guarani, Patrocinense, Tombense, Tupi, Tupynambás, URT e Villa Nova

Veja a tabela completa do Campeonato Mineiro

Regulamento

Na primeira fase, as 12 equipes se enfrentam entre si em turno único de onze rodadas. As oito melhores se classificam para as quartas de final, enquanto as duas piores são rebaixadas. Nas quartas de final, as equipes se enfrentam em cruzamento olímpico: 1° x 8°, 2° x 7°, 3° x 6° e 4° x 5°, em jogo único. O time de melhor campanha joga em casa. Se houver empate a vaga será decidida nos pênaltis. Nas semifinais, serão realizadas partidas de ida e volta com as equipes classificadas. Os times de melhor campanha decidem em casa e terão o direito de resultados iguais. O mesmo acontece na final.

Maiores campeões

Atlético-MG – 44 títulos
Cruzeiro – 37 títulos
América-MG – 16 títulos
Villa Nova – 5 títulos

Viagens – A maior distância a ser percorrida nesta primeira será entre as cidades de Patrocínio e Tombos, de 796 quilômetros. A viagem vai ocorrer na 11ª e última rodada da primeira fase. O Tombense receberá o Patrocinense no dia 20 de março, às 21h30 na cidade de Tombos.

Maiores estádios

Estádio Cidade Clube Capacidade
Mineirão Belo Horizonte Cruzeiro 61.846
Mario Helênio Juiz de Fora Tupi e Tupynambás 31.863
Independência Belo Horizonte América e Atlético 23.018
Melão Varginha Boa Esporte 15.471

Menores estádios

Estádio Cidade Clube Capacidade
Almeidão Tombos Tombense 3.050
Farião Divinópolis Guarani 4.181
Arena DB – Zama Maciel Patos de Minas URT 5.000
Castor Cifuentes Nova Lima Villa Nova 5.160