Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Campeonato Gaúcho: promessa de muitos gols

Dirigida por ex-jogadores de ataque, Grêmio e Inter trouxeram Felipe Vizeu e Rafael Sóbis

Os dois principais clubes gaúchos, Grêmio e Internacional se reforçaram para a temporada de 2019, a 99ª edição do Campeonato Gaúcho, especialmente no ataque. Dirigidos por treinadores que durante a carreira foram jogadores de frente, as equipes prometem muitos gols nesta temporada.

Paulistão 2019: ainda em meio a polêmicas de 2018

Campeonato Mineiro: velhos nomes, mesma força

Estadual do Rio: todos contra o Flamengo

Atacante do Brasil na Copa de 1990, Renato Gaúcho é treinador do Grêmio desde 2016 e, para essa temporada, teve o reforço do atacante Felipe Vizeu, ex-Flamengo, que estava no futebol europeu. Isso reforça o já forte ataque gremista, que tem Éverton e Luan. No gol, com a saída de Marcelo Grohe para o Oriente Médio, o clube contratou Julio César, que estava no Fluminense.

Ex-meia de Internacional e Fluminense, Odair Hellmann é treinador principal do Internacional desde 2018. Para esta temporada, recebeu o reforço do atacante Rafael Sóbis, campeão da Libertadores pelo clube em 2006 e 2010. O time ainda foi reforço com Neílton, do Vitória e Tréllez, do São Paulo.

Clássicos no interior

O Campeonato Gaúcho de 2019 terá, além do GreNal, outros dois clássicos do interior. Brasil e e Pelotas se enfrentam na cidade do Sul do Estado, enquanto Caxias e Juventude se enfrentam na cidade de Caxias do Sul, nas Serras Gaúchas.

Destaques

Grêmio

Felipe Vizeu: força no ataque do Grêmio (Lucas Uebel/Grêmio FBPA/Flickr)

Felipe Vizeu – Atacante revelado pelo Flamengo, foi negociado com a Udinese no ano passado, mas não ganhou seu espaço na Itália. Centroavante de muita qualidade, deve melhorar o já forte ataque gremista, ao lado de Éverton e Luan.

Renato Gaúcho – O treinador ídolo do Grêmio chega para sua quarta temporada seguida no clube. Nesse período, conquistou uma Copa do Brasil, uma Copa Libertadores, uma Recopa Sul-Americana e o Campeonato Gaúcho do ano passado, tirando o time da fila de oito anos sem o título estadual.

Internacional

Rafael Sóbis voltou para o Internacional (@SCInternacional/Twitter)

Rafael Sóbis – O atacante campeão da Libertadores pelo clube em 2006 e 2010 volta para uma terceira passagem no clube que o revelou e no qual é ídolo. Nas duas passagens anteriores, conquistou, além das duas Libertadores, três Campeonatos Gaúchos.

D’Alessandro – Meia multi-campeão pelo Internacional, D’Alessandro tem seis títulos gaúchos no seu currículo e buscará a sétima conquista neste ano. Aos 37 anos, é o jogador mais experiente do clube.

No interior

Brasil de Pelotas

Boquita – O volante iniciou a carreira no Corinthians e jogou por Portuguesa e Bahia. Em 2018, esteve no CSA, que conseguiu acesso à primeira divisão do Campeonato Brasileiro.

Bruno Aguiar – O zagueiro tem passagens por Santos, Sport e Goiás.

Novo Hamburgo

Bolívar – Campeão Gaúcho de 2017, o time será treinado pelo ídolo e campeão mundial pelo Internacional em 2006. O ex-zagueiro está em sua primeira experiência como treinador.

Pelotas

Diego Gavilán –  Foi zagueiro de Cerro Porteño, Newcastle, Internacional, Udinese, Grêmio, Flamengo, Olimpia e seleção paraguaia e neste Campeonato Gaúcho será treinador do Pelotas. Na função desde 2014, trabalhando no Paraguai, está no Brasil desde 2018 no clube gaúcho e trabalhará no Campeonato Gaúcho, no banco, pela primeira vez.

O campeonato

Início: 19 de janeiro
Término: 21 de abril
Participantes: Aimoré, Avenida, Brasil de Pelotas, Caxias, Grêmio, Internacional, Juventude, Novo Hamburgo, Pelotas, São José, São Luiz e Veranópolis

Veja a tabela completa do Campeonato Gaúcho

Regulamento

Na primeira fase, as 12 equipes se enfrentam entre si em turno único de onze rodadas. As oito melhores se classificam para as quartas de final, enquanto as duas piores são rebaixadas. Nas quartas de final, as equipes se enfrentam em cruzamento olímpico: 1° x 8°, 2° x 7°, 3° x 6° e 4° x 5°, em partidas de ida e volta. As equipes com melhor campanha decidem a vaga em casa. O gol marcado na casa do adversário é critério de desempate nas quartas de final e semifinal. Em caso de dois resultados iguais após duas partidas, a vaga e o título serão decididos nos pênaltis.

Maiores campeões

Internacional – 45 títulos
Grêmio – 37 títulos
Guarany de Bagé – 2 títulos
Americano, Bagé, Brasil de Pelotas, Caxias, Cruzeiro, Farroupilha, Grêmio Santanense, Juventude, Novo Hamburgo, Pelotas, Renner, Rio Grande, Riograndense e São Paulo – 1 título

Viagens – A maior distância a ser percorrida nesta primeira será entre as cidades de Pelotas e Ijuí, de 466 quilômetros. A viagem vai ocorrer duas vezes: na terceira rodada, o Pelotas recebe o São Luiz, no dia 27 de janeiro, às 18 horas, e na nona rodada, dia 10 de março, às 17 horas, é a vez do Brasil receber o São Luiz, em Pelotas.

Maiores estádios

Estádio Cidade Clube Capacidade
Arena do Grêmio Porto Alegre Grêmio 55.662
Beira-Rio Porto Alegre Internacional 50.128
Alfredo Jaconi Caxias do Sul Juventude 23.726
Centenário Caxias do Sul Caxias 22.132

Menores estádios

Estádio Cidade Clube Capacidade
Eucaliptos Santa Cruz do Sul Avenida 3.000
Antônio David Farina Veranópolis Veranópolis 4.700
Estádio do Vale Novo Hamburgo Novo Hamburgo 5.196
19 de Outubro Ijuí São Luiz 11.500