Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Campeão mundial em 2006 é condenado por relação com máfia

Vincenzo Iaquinta foi condenado a seis anos de prisão por intermediação da venda de armas para a Ndrangheta

Por Da redação Atualizado em 24 Maio 2018, 12h16 - Publicado em 24 Maio 2018, 12h13

O atacante aposentado Vincenzo Iaquinta, 38 anos, campeão mundial com a seleção italiana em 2006, foi condenado por juízes da Direção Distrital Anti-Mafia de Bolonha a seis anos de reclusão, sob acusação de intermediar a venda de armas com agravante de envolvimento com a máfia, informou o jornal italiano Gazzetta dello Sport.

Ao todo, 147 réus no processo receberam penas pesadas pelo envolvimento com a Ndrangheta, uma das mais fechadas associações mafiosas com sede no Sul da Itália. Um dos condenados foi o pai de Iaquinta, Giuseppe, que por associação à Máfia pegou 19 anos de reclusão.

  • Iaquinta jogou entre 1996 e 2013, com passagens por Udinese e Juventus. Disputou duas Copas do Mundo pela Itália, em 2006 e 2010, além da Copa das Confederações de 2009.

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade