Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Campeão da Copa do Brasil pode ficar de fora da Libertadores 2020

A Conmebol alterou as regras de classificação para o torneio continental de futebol

Por Da Redação Atualizado em 21 Maio 2019, 15h37 - Publicado em 21 Maio 2019, 13h50

A Conmebol anunciou nesta terça-feira, 21, alterações nas regras de classificação para Copa Libertadores de 2020. O clube que for campeão desta edição da Copa do Brasil não terá vaga garantida no torneio continental. Segundo o item “D” do novo artigo, os participantes da Libertadores precisam estar na primeira divisão dos campeonatos nacionais.

Tabela completa de jogos da Copa do Brasil 2019

A mudança de regra, definida como ‘mérito esportivo’, prevê que os clubes da Série A nas oitavas de final da Copa do Brasil, como Internacional, Cruzeiro, Palmeiras, Flamengo, Atlético-MG, Grêmio, Corinthians, Santos, Fluminense, Bahia, Fortaleza, São Paulo e Athletico-PR, mesmo que levantem o troféu, não participarão da Libertadores em caso de rebaixamento no Brasileirão.

Paysandu, Juventude e Sampaio Corrêa, segundo a nova regulamentação da Conmebol, estão automaticamente fora da Libertadores 2020, pois disputam a Série C do Brasileiro. Caso estivessem na segunda divisão, os três clubes poderiam pleitear uma vaga no torneio internacional apenas se fossem campeões da Copa do Brasil e, também, conseguissem o acesso à Série A.

  • A Conmebol, em 2016, prejudicou clubes brasileiros com alterações repentinas no critério de elegibilidade para a Copa Sul-Americana. O modelo previa que os campeões da Copa do Nordeste e Copa Verde, naquele ano Santa Cruz e Paysandu, respectivamente, estariam classificados para o torneio sul-americano, mas a regra foi alterada, retirando a vaga dos clubes, após a conquista dos títulos, para dá-las a clubes da Série A. A CBF compensou a perda dando aos vencedores dos torneios um lugar garantido nas oitavas de final da Copa do Brasil – regra que vigora até hoje.

    O novo critério de elegibilidade da Conmebol para a próxima edição da Libertadores deixaria o Palmeiras de fora do torneio continental de 2013, pois o clube, campeão da Copa do Brasil em 2012, foi rebaixado para a Série B no mesmo ano. O Santo André, vencedor em 2004, e o Paulista, que conquistou o título em 2005, também não poderiam disputar a Copa Libertadores.

    Continua após a publicidade
    Publicidade