Clique e assine a partir de 9,90/mês

Buffarini troca São Paulo por Boca e é chamado de traidor

Torcedores do San Lorenzo, clube pelo qual o lateral venceu a Libertadores, não perdoaram a ida do antigo ídolo para o rival de Buenos Aires

Por Da redação - 28 dez 2017, 10h25

O lateral-direito argentino Julio Buffarini deixou o São Paulo e está de vota a seu país. Nesta quarta-feira, o jogador foi confirmado como reforço do Boca Juniors, com contrato de três anos e meio. Em Buenos Aires, porém, Buffarini já lida com a rejeição de seus antigos fãs: nesta manhã, um muro próximo ao estádio do San Lorenzo, clube que o lateral defendeu entre 2012 e 2016, foi pichado com xingamentos contra o antigo ídolo.

As ofensas apareceram em uma imagem do próprio Buffarini, que conquistou a Libertadores e o Campeonato Argentino pelo San Lorenzo e é considerado um ídolo histórico da tradicional equipe, uma das rivais do Boca Juniors. Ele foi chamado de “traidor” e outro termo pejorativo que se refere a homossexuais.

Buffarini foi apresentado nesta manhã no estádio do Boca Juniors e acredita ter tomado a decisão correta. “Foi muito emocionante. Muitos têm o sonho de jogar na Bombonera e terei essa possibilidade (…) Estou muito contente, é um desafio importante para minha carreira, todos sabemos o que significa o Boca”, afirmou, ao diário argentino Olé. Ele pode fazer sua estreia justamente contra o San Lorenzo, em 2 de fevereiro, na casa de seu antigo clube.

Despedida aos são-paulinos

O jogador de 29 anos teve poucas chances no Morumbi e jamais caiu nas graças dos torcedores do São Paulo em sua passagem de um ano e meio, mas fez questão de escrever um texto de agradecimento ao clube. Buffarini deixou claro que “não faltou trabalho, empenho e respeito ao clube e torcida”

Veja abaixo o texto de despedida do argentino:

“A partir de janeiro inicio uma nova etapa em minha carreira, agora no Boca Juniors.

Continua após a publicidade

Não posso sair do Brasil sem agradecer ao São Paulo Futebol Clube, aos meus companheiros de equipe e todos os membros das comissões técnicas que estiveram comigo em 1 ano e meio de contrato.

Tempo esse onde não faltou trabalho, empenho e respeito ao clube e torcida.

Desejo a todos um ótimo 2018 com muitos triunfos nessa nova temporada.

Um abraço,

Buffarini.”

(Com Gazeta Press)

Continua após a publicidade
Publicidade