Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Buffarini troca São Paulo por Boca e é chamado de traidor

Torcedores do San Lorenzo, clube pelo qual o lateral venceu a Libertadores, não perdoaram a ida do antigo ídolo para o rival de Buenos Aires

O lateral-direito argentino Julio Buffarini deixou o São Paulo e está de vota a seu país. Nesta quarta-feira, o jogador foi confirmado como reforço do Boca Juniors, com contrato de três anos e meio. Em Buenos Aires, porém, Buffarini já lida com a rejeição de seus antigos fãs: nesta manhã, um muro próximo ao estádio do San Lorenzo, clube que o lateral defendeu entre 2012 e 2016, foi pichado com xingamentos contra o antigo ídolo.

As ofensas apareceram em uma imagem do próprio Buffarini, que conquistou a Libertadores e o Campeonato Argentino pelo San Lorenzo e é considerado um ídolo histórico da tradicional equipe, uma das rivais do Boca Juniors. Ele foi chamado de “traidor” e outro termo pejorativo que se refere a homossexuais.

Buffarini foi apresentado nesta manhã no estádio do Boca Juniors e acredita ter tomado a decisão correta. “Foi muito emocionante. Muitos têm o sonho de jogar na Bombonera e terei essa possibilidade (…) Estou muito contente, é um desafio importante para minha carreira, todos sabemos o que significa o Boca”, afirmou, ao diário argentino Olé. Ele pode fazer sua estreia justamente contra o San Lorenzo, em 2 de fevereiro, na casa de seu antigo clube.

Despedida aos são-paulinos

O jogador de 29 anos teve poucas chances no Morumbi e jamais caiu nas graças dos torcedores do São Paulo em sua passagem de um ano e meio, mas fez questão de escrever um texto de agradecimento ao clube. Buffarini deixou claro que “não faltou trabalho, empenho e respeito ao clube e torcida”

Veja abaixo o texto de despedida do argentino:

“A partir de janeiro inicio uma nova etapa em minha carreira, agora no Boca Juniors.

Não posso sair do Brasil sem agradecer ao São Paulo Futebol Clube, aos meus companheiros de equipe e todos os membros das comissões técnicas que estiveram comigo em 1 ano e meio de contrato.

Tempo esse onde não faltou trabalho, empenho e respeito ao clube e torcida.

Desejo a todos um ótimo 2018 com muitos triunfos nessa nova temporada.

Um abraço,

Buffarini.”

(Com Gazeta Press)