Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Brasileirão: Atlético-PR para na trave e empata com o Coritiba

Clássico paranaense termina em 1 a 1 após equipe atleticana passar perto do gol diversas vezes, e adversário aproveitar uma de suas poucas chances

O Atlético-PR não estava com sorte neste domingo. Recebendo o rival Coritiba na Arena da Baixada, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro, o time da casa acertou a trave quatro vezes, uma delas em cobrança de pênalti de Nikão. Além disso, viu o adversário abrir o placar na única chance que criou e só conseguiu buscar o empate por 1 a 1 nos minutos finais em outra penalidade.

O Atlético-PR começou melhor e só não abriu o placar porque a trave salvou o goleiro Wilson em duas oportunidades. Na primeira grande chance do time da casa, Nikão cobrou escanteio e Paulo André cabeceou sozinho, mas a bola parou na trave direita.

 

Aos 40 minutos, os mandantes tiveram uma chance ainda mais clara em cobrança de pênalti, após Alan Santos derrubar Lucas Fernandes dentro da área. Na cobrança, Nikão deslocou o goleiro, mas também acertou o poste.

O castigo veio cinco minutos mais tarde. Na primeira chance clara do Coritiba, Rafael Longuine cobrou falta para a área e o zagueiro Werley desviou de cabeça, abrindo o placar para os visitantes.

Na segunda etapa, a trave seguiu salvando o Coritiba do empate. Pressionando, o Atlético-PR acertou o poste pela terceira vez em cobrança de falta de Felipe Gedoz. De tanto insistir, o time teve uma nova chance aos 41 minutos, em mais um pênalti, dessa vez cometido por Iago sobre Felipe Gedoz. O próprio Gedoz cobrou e empatou a partida.

Após o gol, a pressão atleticana foi grande, mas o dia não era mesmo de sorte para o time da casa. Aos 46 minutos, Ribamar recebeu boa bola de Guilherme e bateu de primeira deslocando o goleiro Wilson. Novamente a trave impediu o gol atleticano e garantiu o empate no clássico.

Ao final do jogo, os jogadores do Coritiba cercaram o árbitro Anderson Daronco no centro do gramado reclamando sobre o lance do pênalti. Um cartão vermelho subiu para Werley.

Com o empate, o Atlético-PR chegou ao 31 pontos, na zona intermediária da classificação, e perdeu a oportunidade de entrar no G6. O Coritiba, com 27, segue lutando contra o rebaixamento.

(Com Estadão Conteúdo)