Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Brasil x Argentina: Gabriel Jesus provoca Agüero

Atacante brasileiro diz que aprendeu muito com colega de clube, mas diz que espera "zoá-lo" depois do clássico no Mineirão

BELO HORIZONTE – O atacante Gabriel Jesus ainda não marcou nessa Copa América e espera desencantar diante da Argentina, que, segundo ele, é “o maior clássico do mundo”. Na semifinal da Copa América, na próxima terça-feira, 2, o camisa 9 da seleção brasileira enfrentará um colega de clube, Sergio Agüero. E Jesus garante: na hora do jogo, a amizade ficará de lado.

“Aprendo muito com ele, é um cara gente boa… mas agora é ele defendendo o dele e e eu o meu.” Bem humorado, Gabriel disse que espera poder brincar com Agüero e com o zagueiro Nicolás Otamendi, outro titular da Argentina, no retorno ao clube. “Não fiz aposta, mas é claro que espero zoá-los.”

Veja também

Gabriel Jesus revela que aprimorou suas qualidades de finalização e, diz inclusive, que se inspirou em Agüero, maior artilheiro da história do City. “Busquei evolução profissional, não estava bem, não jogava muito. Conversei com minha família, busquei um preparador físico e procurei finalizar mais, porque minha média de finalização era baixa, o que não pode acontecer para um atacante. Venho treinando muito, no City e na seleção. Vejo o próprio Agüero, que finaliza muito, e isso é necessário para um atacante.”

Gabriel Jesus disse que Lionel Messi, maior atração do clássico, é o melhor jogador da atualidade, mas, ao contrário de Thiago Silva, evitou cravar que o camisa 10 argentino foi o atleta mais talentoso que viu jogar. “Fico um pouco dividido com o Ronaldo, porque, com todos os problemas que teve, ainda fez o que fez, marcou seu nome na história. Para mim, o Messi e o Ronaldo foram os melhores, mas teve também Ronaldinho, Cristiano Ronaldo…”