Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Banido pela Fifa, Del Nero entra com recurso para derrubar suspensão

O ex-presidente da CBF está proibido de realizar qualquer atividade ligada a futebol

O ex-presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, entrou com um recurso na Fifa para tentar derrubar a suspensão por corrupção que o proíbe de participar de todas as atividades relacionadas ao futebol, permanentemente. O ex-dirigente apresentou o recurso no início deste mês, depois que a Fifa finalmente completou a fundamentação da decisão original.

O Comitê de Ética da Fifa suspendeu Del Nero por acusações de suborno, corrupção, recebimento de benefícios e presentes de forma ilegal, conflito de interesses e violação de regras de conduta do Código de Ética da Fifa. A entidade ainda aplicou uma multa de 1 milhão de francos suíços (cerca de 4 milhões de reais) ao ex-dirigente.

A base do processo contra o Del Nero foi um dossiê de 9.000 páginas colhido pelo FBI e enviado para a Fifa. Durante o julgamento de José Maria Marin, ex-presidente da CBF, em dezembro de 2017, em Nova Iorque, Del Nero foi acusado de ter recebido 6,5 milhões de dólares (27 milhões de reais no câmbio atual) em propinas de troca de contratos comerciais com a CBF. O Comitê de Ética da Fifa ainda usou o fato de o ex-presidente da CBF não sair do Brasil como um elemento para definir sua punição.

Não existe uma data ainda para que o recurso de Marco Polo Del Nero seja julgado pela Fifa, mas seus advogados já indicaram que também poderão apelar à Corte Arbitral do Esporte (CAS), na Suíça.