Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Baixe o pôster do Real Madrid, campeão da Liga dos Campeões de 2015/2016

Cristiano Ronaldo jogou muito e acabou também com a Bola de Ouro da Fifa por isso

“La 11ª” veio após certo sufoco contra um rival da mesma cidade na final. Parecido com o que aconteceu em 2014, mas com mais sufoco, apenas nos pênaltis.

Na primeira fase estreou em casa contra o Shakhtar Donetsk, com goleada de 4 x 0, três de CR7 e um de Benzema. Na Suécia, contra o Malmö, venceu por 2 x 0, dois de Cristiano Ronaldo. Contra o PSG, na França, empate em 0 x 0. Na Espanha, vitória por 1 x 0, gol de Nacho. Na Ucrânia, contra o Shakhtar, vitória por 4 x 3, com dois do CR7, um de Modric e um de Carvajal. Encerrou a primeira fase em casa com um singelo 8 x 0 no Malmö, com quatro do CR7, três de Benzema e um de Kovacic.

Por sorteio, nas oitavas, o adversário foi a Roma. Na Itália, vitória de 2 x 0 do Real, gols de CR7 e Jesé. Na Espanha, nova vitória por 2 x 0, com gols de CR7 e James Rodríguez.

Nas quartas, a única derrota no torneio, e a última até semanas atrás. Na Alemanha, contra o Wolfsburg, perdeu por 0 x 2. Na volta, na Espanha, 3 x 0, com três de Cristiano Ronaldo. Na semifinal, contra o Manchester City, empate sem gols na Inglaterra e vitória por 1 x 0 na Espanha, com gol contra o brasileiro Fernando.

A decisão foi contra o Atlético de Madri, no San Siro, em Milão. Sergio Ramos fez 1 x 0 com 15 da primeira etapa. Griezmann perdeu pênalti e o Atlético empatou no final do jogo, com Ferreira Carrasco. Após prorrogação sem gols, o jogo foi para os pênaltis. Os quatro primeiros do Real marcaram. Juanfran foi para a quarta cobrança do Atlético e errou. Ficou nos pés de CR7 o pênalti do título, e ele converteu.

Cristiano Ronaldo foi o artilheiro do torneio com 16 gols, sete a mais que o segundo colocado. Foram dois hat-tricks e um jogo com quatro gols do craque.

Baixe o pôster