Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Avião com jogador argentino desaparece próximo ao Canal da Mancha

Emiliano Sala, reforço do Cardiff City, estava em viagem para se juntar ao novo clube. Buscas foram suspensas nesta terça ao anoitecer

O avião monomotor PA 46 Malibu que levava o atacante argentino Emiliano Sala, de 28 anos, de Nantes, na França, para Cardiff, no Reino Unido, desapareceu próximo à ilha inglesa de Guernsey, no Canal da Mancha, na noite de segunda-feira 21.

Dois helicópteros, dois aviões e um barco fizeram buscas na região por quinze horas, durante todo o dia, nesta terça-feira, 22. As buscas foram suspensas durante a noite na região e serão retomadas ao nascer do sol.

A polícia de Guernsey lamentou não ter encontrado sinais da tripulação e disse que, se o avião pousou na água, infelizmente as chances de haver sobreviventes é pequena.

O atacante argentino Emiliano Sala (Loic Venance/AFP)

A aeronave perdeu contato com o tráfego aéreo por volta das 20 horas (horário local, 17 horas de Brasília) da segunda-feira. A previsão era de que o voo chegasse a Cardiff às 21 horas (horário local, 18 horas de Brasília).

Buscas começaram ainda noite de segunda-feira, mas pararam devido ao mau tempo na região, recomeçando na manhã desta terça. De acordo com a polícia de Guernsey, havia dois passageiros a bordo.

A Agência de Aviação Civil francesa confirmou na manhã desta terça que o atacante Emiliano Sala era um dos passageiros da aeronave. O jogador, que nasceu na cidade de Santa Fe, na Argentina, iniciou sua carreira no Bordeuax, da França e desde 2015 jogava no Nantes, da primeira divisão francesa.

No último sábado, Sala assinou um contrato de três anos e meio com o Cardiff City do País de Gales, que disputa a primeira divisão inglesa, por 15 milhões de libras (72,8 milhões de reais), na maior transferência da história do clube galês.

View this post on Instagram

‪La ultima ❤️ ciao @FCNantes 👋🏻💛💚‬

A post shared by Emiliano Sala (@emilianosala9) on

Em seu Instagram, Emiliano Sala postou uma foto despedindo-se de seus companheiros de Nantes no fim da tarde desta segunda-feira. “A última. Tchau Nantes”, escreveu. Até o momento, as buscas da polícia inglesa próximas à Ilha de Alderney ainda não encontraram sinais do avião desaparecido.