Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Avelar admite uso de termo racista em jogo online e pede perdão

Zagueiro do Corinthians ofendeu a um dos adversários em partida de CS:GO e disse estar arrependido; clube ainda apura o caso e não divulgou possível punição

Por Da Redação Atualizado em 23 jun 2021, 12h23 - Publicado em 23 jun 2021, 12h09

O zagueiro Danilo Avelar, do Corinthians, que se recupera desde outubro de lesão ligamentar no joelho direito, usou um termo racista durante uma partida de CS:GO (Counter Strike: Global Offensive), popular jogo online, na madrugada desta quarta-feira, 23. Ele ofendeu a um dos adversários como “fih (filho) de rapariga preta”. Horas depois, pelas redes sociais, pediu desculpas.

Assine a revista digital no app por apenas R$ 8,90/mês

“Antes de mais nada, quero admitir o meu erro. O que eu escrevi durante a partida não condiz com o que penso e o que vou ensinar a meu filho. Todos sabem que eu jogo CS:GO e, em uma das partidas, fui ofendido por um jogador estrangeiro na minha condição de brasileiro. Perdi a cabeça, mas, infelizmente piorei a situação: cometi o grave erro de escrever a um adversário uma frase de conotação racista”, afirmou Avelar.

  • “Gostaria de me desculpar com todos, sem exceção, mas sobretudo com a comunidade afrodescendente. De coração aberto, estou disposto a fazer desse erro um aprendizado honesto e integral. Este caso me abriu os olhos para este grave problema em nossa sociedade. A reflexão que fica é que devemos fazer mais para combater o racismo com vigor e urgência, sem brechas nem exceções”, completou em outro trecho.

    Na carta, o jogador também pediu desculpas ao Corinthians dizendo estar “disposto a crescer, melhorar e mudar”. O clube também se manifestou, mas não disse se adotaria algum tipo de punição ao atleta. “O Sport Club Corinthians Paulista informa que tomou conhecimento do incidente que envolveu o nome do atleta Danilo Avelar nas redes sociais e que está apurando os fatos e o contexto. Atualizaremos nossa posição tão logo seja possível”.

    Continua após a publicidade
    Publicidade