Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
CLIQUE E RECEBA A REVISTA EM CASA A PARTIR DE R$14,90/MÊS Clique e receba em casa a partir de R$ 14,90

Atlético-PR e Chapecoense representam o Brasil na Sul-americana

Nas quartas de final, rubro-negro pegará o Sportivo Luqueño-PAR. Time catarinense enfrenta o atual campeão River Plate

Por Redação PLACAR Atualizado em 20 fev 2017, 10h57 - Publicado em 21 out 2015, 08h00

A partir das quartas de final, dois times brasileiros
continuam vivos na briga pela Copa Sul-Americana, que, além de um título
internacional, vale uma vaga na Libertadores do ano que vem.

No único confronto doméstico das oitavas, o Atlético
Paranaense foi melhor que o Brasília. O outro brasileiro que permanece na briga
(e até agora o único na competição que conseguiu se classificar superando uma
equipe de outro país) é a Chapecoense, que passou pelos paraguaios do Libertad.
 O Sport, terceiro brasileiro presente
nas oitavas de final, parou diante do Huracán, da Argentina.

Agora, a tarefa da dupla de sobreviventes torna-se ainda
mais complicada. Principalmente a da Chapecoense. Além de, no Campeonato
Brasileiro, a equipe estar lutando para sair da zona de rebaixamento, na Copa
Sul-Americana, para chegar às semifinais, terá que passar pelo River Plate, da
Argentina.  Nada menos que o atual
campeão não só da própria Sul-Americana, como da Recopa e da Libertadores.

Já o Atlético-PR, durante a semana da decisão da vaga,
demitiu o técnico Mílton Mendes por conta da queda de produção no Brasileiro e
foi treinado pelo interino Sérgio Vieira. Terá pela frente o Sportivo Luqueño,
do Paraguai, que eliminou o Tolima, da Colômbia.

Continua após a publicidade
Publicidade