Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Atlético-MG e Cruzeiro definem vaga na semifinal da Copa do Brasil

Atual bicampeã, equipe celeste defende ótima vantagem depois de ter vencido o primeiro jogo por 3 a 0

Os rivais mineiros Atlético e Cruzeiro definem nesta quarta-feira, a partir das 19h15, no Independência, em Belo Horizonte, uma vaga na semifinal da Copa do Brasil. A equipe cruzeirense, atual bicampeã do torneio, entra com enorme vantagem depois de ter vencido o primeiro jogo das quartas de final, no Mineirão, por 3 a 0, há uma semana. O clássico mineiro será transmitido apenas em TV fechada, pelos canais SporTV e Premiere.

Com o triunfo anterior, com direito a ótima atuação de Pedro Rocha, o Cruzeiro pode perder por até dois gols de diferença nesta quarta para se classificar – qualquer triunfo do Atlético por três gols de diferença levará a definição da série aos pênaltis.

Para buscar o que seria uma façanha histórica, o Atlético-MG deu descanso aos seus titulares no fim de semana, quando derrotou a Chapecoense por 2 a 1. O técnico Rodrigo Santana deve mexer na formação titular e a entrada de Otero no setor ofensivo é a mudança mais provável, especialmente pelo poderio do venezuelano nas jogadas de bola parada e em chutes de longe, algo que pode ser importante contra um rival que deve atuar retrancado.

“A gente precisa fazer a nossa parte, com muita atenção, com concentração, vontade de vencer e de virar essa decisão. O placar foi muito elástico, mas está em aberto. Se a gente ainda tem esses últimos 90 minutos, vai lutar até o final para procurar reverter”, prometeu Rodrigo Santana, contando com o apoio vindo das arquibancadas, que estarão lotadas, pois os ingressos se esgotaram antecipadamente.

Campeão da Copa do Brasil de 2014 em decisão contra o Cruzeiro, o Atlético também se inspira naquela campanha para bater novamente o rival. Está na sua memória as viradas sobre Corinthians (então dirigido por Mano Menezes) e Flamengo, nas quartas e semifinais, quando perdeu o duelo de ida por 2 a 0 e ainda sofreu o primeiro gol nos confrontos de volta para depois triunfar por 4 a 1.

Visitante nesta quarta no Independência, o Cruzeiro entrará em campo com a classificação às semifinais encaminhada e ainda contando com a sua tradição copeira no torneio. Afinal, é o atual bicampeão da Copa do Brasil e está prestes a avançar à quarta semifinal consecutiva. O excelente desempenho foi conquistado sob o comando de Mano Menezes, que iniciou no segundo semestre de 2016 a sua segunda passagem pelo clube.

A premiação milionária por passar de fase ganha mais importância em um cenário de crise financeira e administrativa no clube. E também há o aspecto técnico, com a possibilidade de vencer uma competição nacional em 2019, o que tem se tornado improvável no Campeonato Brasileiro, pela desvantagem de 17 pontos para o líder Palmeiras, com o clube ameaçado de rebaixamento.

Após surpreender com a escalação de Pedro Rocha no Mineirão, Mano, que adotou uma estratégia diferente do utilizada pelo Atlético no fim de semana e não poupou os titulares no 0 a 0 com o Botafogo, deverá repetir a formação do primeiro confronto.

“A gente já é bem vacinado sobre tudo que envolve. Agora, se invertem os papéis: vai haver um número bastante grande de opiniões que dão favoritismo ao Cruzeiro, e a gente conhece futebol, sabe do potencial dos clubes, sabe sobre tudo que está envolvido, para não acreditar em favoritismo antes da hora.”

Prováveis escalações:

Atlético: Victor, Patric, Igor Rabello, Réver, Fábio Santos, José Welison, Elias, Luan, Otero (Chará), Cazares e Alerrandro. Técnico: Rodrigo Santana

Cruzeiro: Fábio, Lucas Romero, Dedé, Léo, Egídio, Henrique, Ariel Cabral, Robinho, Thiago Neves, Marquinhos Gabriel e Pedro Rocha (Fred).

(com Estadão Conteúdo)