Clique e assine com até 92% de desconto

Atletas suíços escapam de suspensão e levam multa por gesto contra Sérvia

Jogadores corriam o risco de ficar fora de duas partidas por comemorar gols fazendo menção à águia da bandeira da Albânia

Por Gazeta Press Atualizado em 25 jun 2018, 20h52 - Publicado em 25 jun 2018, 19h45

A seleção da Suíça respira mais aliviada. Isso porque a equipe que faz parte do grupo do Brasil na Copa do Mundo não corre mais o risco de ver os seus principais jogadores suspensos e fora da última e decisiva rodada da fase de grupos, quando enfrentam a Costa Rica pela vaga nas oitavas de final. Três atletas receberam apenas uma multa financeira.

Tabela completa de jogos da Copa do Mundo 2018

  • O capitão Lichtsteiner e os atletas Xhaka e Shaqiri corriam o risco real de suspensão por terem feito gestos que fazem menção à águia da bandeira da Albânia, provocando atletas da Sérvia. O gesto poderia render dois ganchos de punição, porém acabou gerando apenas multas de 10.000 francos suíços (cerca de 38.000 reais) para Xhaka e Shaqiri e de 5.000 francos suíços (cerca de 19.000 reais) para Lichtsteiner.

    Boa parte da população de Kosovo, que busca independência da Sérvia, onde nasceu Shaqiri e os pais de Xhaka, é de origem albanesa. O território kosovar fica no sul do país e se declarou independente em 2008, porém os sérvios não reconheceram essa separação. Hoje, Kosovo é um país reconhecido como independente por 111 dos 193 países-membros da ONU. O Brasil é um exceção, e não o reconhece como independente.

    A Suíça enfrenta a Costa Rica na próxima quarta-feira precisando de uma vitória simples para carimbar a sua vaga nas oitavas de final da Copa do Mundo. Já a Sérvia enfrenta o Brasil precisando também de um triunfo para se classificar.

    Continua após a publicidade
    Publicidade