Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Atletas que venceram o câncer e voltaram a brilhar no esporte

Muitos atletas tiveram de interromper a carreira para tratar da doença

Ederson revelou nesta terça-feira que está com câncer no testículo, terá de passar por um procedimento cirúrgico e poderá ter de fazer tratamento após a cirurgia. Muitos jogadores, de diversas modalidades, já venceram o câncer e voltaram a brilhar no esporte. Veja a lista:

Arjen Robben – Futebol

Também teve câncer testicular, aos 20 anos, quando defendia o PSV, em 2003. Em 2004, passou por uma cirurgia que retirou o tumor e, naquele ano, foi um dos destaques da Holanda na Eurocopa.

Duelos improváveis do futebol

Foto: (Alex Grimm/Bongarts/Getty Images)

Nenê Hilário – Basquete

Grande destaque do esporte no Brasil, Nenê descobriu o câncer testicular em janeiro de 2008, quando defendia o Denver Nuggets pela NBA. Dois meses e meio após a retirada do tumor, voltou a jogar.

Nenê

Foto: (Rocky Widner/Getty Images/Getty Images)

Magrão – Futebol

Volante com passagens por São Caetano, Palmeiras e Corinthians, passou por procedimento cirúrgico em 2011, quando jogava nos Emirados Árabes Unidos, com câncer testicular. Pelos remédios que tomou durante o tratamento, acabou pego no exame antidoping.

Magrão

Foto: (Renato Pizzutto/)

Jonas Gutiérrez – Futebol

Também teve câncer testicular, em 2013. Passou por cirurgia, tirou o testículo esquerdo e passou por quimioterapia. No meio de 2014, o problema voltou. Retornou apenas em março de 2015 e ajudou o seu clube, Newcastle, a fugir do rebaixamento.

Jonas Gutiérrez defendeu a seleção argentina na Copa do Mundo de 2010

Foto: (Michael Steele/Getty Images)

Douglas Friedrich – Futebol

O goleiro do Avaí também teve câncer testicular com 18 anos, enquanto defendia o Galo Maringá do Paraná. Tratou do testículo esquerdo e voltou a jogar após um ano.

Narciso – Futebol

Zagueiro do Santos nos anos 1990, descobriu que tinha leucemia em janeiro de 2000, após realização dos exames de rotina na pré-temporada. Passou por um transporte e dois anos e meio após o procedimento voltou a treinar.

Foto: (Alexandre Battibugli/Estadão Conteúdo)

Eric Abidal – Futebol

Em março de 2011, titular no Barcelona na lateral-esquerda, descobriu um tumor do fígado. Passou por um procedimento cirúrgico e voltou a jogar em maio daquele ano. Após um ano, descobriu novo câncer no fígado e fez transplante de fígado. Voltou a jogar somente em abril de 2013, um ano depois.

Médico acredita que chances de recuperação de Abidal são altas

Foto: (David Ramos/Getty/VEJA)

Eric Berry – Futebol Americano

Teve câncer no sistema linfático, descoberto em novembro de 2014. Oito meses após a descoberta e tratamento por quimioterapia, voltou a jogar, em agosto de 2015.

Foto: (Scott Halleran/Getty Images)

Natália – Vôlei

Teve câncer ósseo, com um tumor na tíbia em 2011.  Dez meses após a cirurgia, voltou às quadras. Voltou a sentir dores no final do ano e foi novamente operada. Foi convocada para a Olimpíada de 2012 e conquistou o ouro.

Grand Prix de Vôlei em Cuiabá

Foto: (FIVB/Divulgação)