Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Atalanta x Valencia pode ter sido ‘detonador’ do coronavírus na Itália

Especialistas relacionaram a presença dos 45.000 torcedores em San Siro à evolução da pandemia; Brasil também registrou estádios lotados no início do surto

Por Da Redação 21 mar 2020, 16h20

Atalanta 4 x 1 Valencia, no estádio San Siro, em Milão, em 19 de fevereiro de 2020. O jogo que fez a cidade italiana de Bérgamo explodir de alegria também pode ter sido o “detonador” do contágio de coronavírus na Itália, o país mais afetado pela pandemia. Especialistas ouvidos pelos diários italianos Corriere dello Sport e La Repubblica relacionaram a evolução do Covid-19 no norte da Itália e também na cidade Valencia à partida válida pelas oitavas de final da Liga dos Campeões.

Naquela época, a Itália tinha apenas três casos de coronavírus confirmados (um casal chinês e um italiano repatriado da China). Todos estavam confinados e a proliferação do vírus parecia controlada. A partida, porém, reuniu 45.000 pessoas em Milão – não foi realizado em Bérgamo pois o estádio a Atalanta, que estreou nesta temporada na Liga dos Campeões, não possui todas as credenciais da Uefa. Desde então, o número de casos explodiu tanto na Itália quanto na Espanha.

A Lombardia, região onde estão localizadas Bérgamo e Milão, é a mais afetada da Itália. Na última sexta, o país registrou sua maior alta diária desde o início da pandemia, com 627 mortes em 24 horas. Em Bérgamo, acumulam-se caixões e os serviços crematórios não conseguem atender tamanha demanda. Segundo especialistas, é possível relacionar o crescimento dos casos com a partida da Liga dos Campeões.

  • “A congregação de milhares de pessoas, a dois centímetros uma da outra, ainda mais associada às manifestações compreensíveis da euforia, gritando, abraçando, pode ter favorecido a replicação viral”, observou Francesco LeFoche, professor de Reumatologia das Ciências Biomédicas da Universidade de La Sapienza, em Milão, ao Corriere dello Sport.

    “Estou me referindo a uma expulsão em alta velocidade de grandes partículas virais do trato respiratório superior, boca e nariz. Estamos falando da ênfase coletiva de uma festa histórica. Devo imaginar que quase todos participaram dessa festa, provavelmente até assintomáticos” acrescentou. A goleada por 4 a 1 provocou euforia não apenas no estádio San Siro, mas em toda a cidade Bérgamo.

    Gráfico mostra evolução do vírus após partida entre Atalanta e Valencia
    Gráfico mostra evolução do vírus após partida entre Atalanta e Valencia La Repubblica/Reprodução

    O diário La Repubblica apresentou um gráfico com a evolução do vírus na região depois da partida, mas deixou claro, citando dados da Proteção Civil italiana, de que “não há certeza científica até o momento.” Jornais espanhóis repercutiram a notícia lembrando que cerca de 35% do elenco do Valencia, além de alguns jornalistas presentes ao jogo, testaram positivo para o coronavírus.

    Brasil teve estádios lotados durante crise

    Todos os campeonatos no Brasil estão suspensos atualmente, mas, quando os primeiros casos de coronavírus já haviam sido registrados, ao menos duas partidas lotaram estádios do país. No dia 11 de março, mais de 60.000 pessoas foram ao Maracanã, no Rio, acompanhar a vitória do Flamengo sobre o Barcelona do Equador. Um dia depois, 53.000 estiveram na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, no empate entre Grêmio e Inter.

    Continua após a publicidade
    Publicidade