Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
CLIQUE E RECEBA A REVISTA EM CASA A PARTIR DE R$14,90/MÊS Clique e receba em casa a partir de R$ 14,90

Atalanta catarinense homenageia título da Atalanta italiana

Cidade fez uma homenagem ao clube

Por Rafael Luis Azevedo Atualizado em 2 mar 2017, 16h52 - Publicado em 17 dez 2015, 17h19

A Copa da Itália de 1962/63 foi a maior conquista da Atalanta. Uma alegria que, além da cidade italiana de Bérgamo, contagiou terras mais distantes. Tanto que, quando o distrito de Serra Pitoco foi emancipado de Ituporanga (SC), em 1964, o presidente da Câmara Municipal, Ernesto Pagliolli, decidiu batizá-lo com o nome do clube de coração de sua família.  Nascia assim a cidade de Atalanta, a 120 km da capital Florianópolis.

Trata-se, porém, de um orgulho recente dos atalantenses, pois somente em 2013 a população teve conhecimento de que o nome do município é uma homenagem ao time. “Até então, achávamos que era uma homenagem a uma cidade italiana. Acontece que não existe uma cidade com esse nome na Itália”, registra o atual prefeito, Tarcísio Polastri.

Quem descobriu isso foi o jornalista italiano Roberto Pelucchi, do jornal La Gazzetta dello Sport. A colonização de Atalanta, hoje com 3.300 habitantes, teve forte influência de imigrantes italianos, além de alemães e poloneses.

Infelizmente, ninguém na cidade sabe do destino da família de Pagliolli, o homem que deu origem a essa relação curiosa.

Continua após a publicidade
Publicidade