Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vídeo: Asensio reencontra avó holandesa após marcar contra o Ajax

Filho de mãe holandesa, que morreu em 2011, atacante espanhol do Real Madrid reviu os familiares maternos e ganhou beijos e conselhos da avó de 90 anos

O atacante Marco Asensio, do Real Madrid, viveu momentos de forte emoção em sua visita a Amsterdã nesta semana. Não apenas por ter marcado o gol da vitória por 2 a 1 do atual tricampeão da Liga dos Campeões sobre o Ajax, na quarta-feira 13, mas por também ter tido a chance de rever sua família materna, holandesa, após a partida. O Real Madrid divulgou imagens do carinhoso abraço com sua avó de 90 anos, que lhe deu beijos, abraços e conselhos.

Asensio, de 23 anos, nasceu em Mallorca, na Espanha, filho de pai espanhol e mãe holandesa. Foi batizado em homenagem a Marco Van Basten, grande artilheiro holandês, e durante a infância se acostumou a passar as férias na capital holandesa. No entanto, sua mãe, Maria Willemsen, morreu de câncer, em 2011, quando Asensio tinha 15 anos. A tragédia familiar fez diminuir a frequência das visitas do atleta à família holandesa, mas todos os primos, tios e a avó ficaram orgulhosos com o feito de Asensio na Johan Cruyff Arena.

“Só te vejo na TV e tenho que te ligar logo”, disse a avó, que fez questão de mostrar o broche do Real Madrid que ganhara de uma pessoa do estádio. “Quero te ver outra vez e quero que se alimente bem. Te desejo tudo de melhor e espero te ver de novo”, completou a senhora. Confira abaixo, em vídeo do programa Chiringuito de Jugones, em que o diáologo em holandês foi traduzido para espanhol.

Asensio, que iniciou a carreira no Mallorca e ainda passou pelo Espanyol antes de se firmar no Real Madrid, onde conquistou duas Ligas dos Campeões, teve de escolher, ainda jovem, entre as seleções de Holanda e Espanha. Optou pela espanhola, pela qual disputou a última Copa do Mundo, na Rússia.

Na partida contra o Ajax, Asensio entrou no fim da partida e marcou o gol da vitória. Na celebração, simulou com as mãos o “tempero” de um doce holandês que sempre encomenda para matar saudades da família materna. Também apontou para oa céus, como de costume, em homenagem à mãe, que sonhava em vê-lo se tornar um jogador profissional. “Feliz de voltar à minha segunda casa e pela vitória”, escreveu, nas redes sociais.