Clique e assine a partir de 8,90/mês

As palavras de Zidane que mudaram a final da Liga dos Campeões

Real Madrid divulgou imagens de bastidores da decisão contra a Juventus. Sereno, técnico francês pediu mais "agressividade" e jogadas pelas laterais

Por Da redação - Atualizado em 31 jan 2018, 13h14 - Publicado em 31 jan 2018, 13h12

Em junho do ano passado, o Real Madrid conquistou seu 12º título da Liga dos Campeões da Europa, em Cardiff, no País de Gales, com uma goleada por 4 a 1 sobre a Juventus. A partida, porém, foi bastante disputada na primeira etapa, que terminou empatada. No segundo tempo, no entanto, o clube espanhol voltou melhor e chegou à goleada com gols de Casemiro, Cristiano Ronaldo e Marco Asensio. Nesta terça-feira, o Real Madrid relembrou aquela noite histórica e exibiu imagens inéditas da palestra do técnico Zinedine Zidane no intervalo.

O treinador francês deixou seus atletas conversando durante os primeiros sete minutos de intervalo. “Há espaço, temos de ter paciência. E cuidado atrás”, afirma o lateral brasileiro Marcelo. Os jogadores passam a maior parte do tempo em silêncio, até o início do discurso de Zidane:

“É uma final, sabemos que é um jogo difícil também para eles. O mais importante para nós e sermos mais agressivos na defesa. Não agressivos para receber cartões, mas para chegar a tempo, devemos estar mais próximo dos adversários e sermos mais agressivos quando não temos a bola”, afirma o francês, em tom sereno.

Continua após a publicidade

Zidane ressalta que a Juventus atuava num sistema 4-4-2, com Daniel Alves e Mandzukic muito ofensivos. “Temos de fazer eles recuarem mais. (…) Quando estivermos com a bola, paciência, mas devemos jogar mais rápido e pelas pontas, com Marcelo e Dani (Carvajal) mais ofensivos.” Os gols de Cristiano e Asensio, de fato, saíram de jogadas pela lateral.

“Temos de ter um pouco mais de amplitude e ritmo, mas não pelo centro, de um lado ao outro”, diz. “É uma final, temos de sofrer”, completa Zidane, antes de ser aplaudido pelos atletas. O Real Madrid também divulgou imagens da visita do rei emérito da Espanha, Juan Carlos, torcedor ilustre do Real Madrid, ao vestiário, após a conquista. O antigo monarca, que abdicou ao trono em 2014, teve uma animada conversa com Cristiano Ronaldo.

 

Continua após a publicidade
Publicidade