Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

As campanhas da seleção brasileira na Copa do Mundo feminina

Time que disputará seu oitavo Mundial em junho, na França, busca título inédito

A seleção brasileira feminina do Brasil disputará, a partir de junho, na França, sua oitava Copa do Mundo de futebol. O time esteve em todas as edições, mais jamais conquistou o título. Seu melhor resultado foi o vice-campeonato de 2007, já com Marta como sua principal estrela.

A equipe também conquistou o terceiro lugar em 1999, com Sissi como camisa 10 e artilheira do campeonato. Com exceção às duas primeiras competições, o Brasil sempre passou da primeira fase. Em 2019, o time chega ao Mundial em mau momento, mas sonha em pelo menos voltar à semifinal.

Além do Brasil, participaram de todos os mundiais as seleções da Nigéria, Noruega, Alemanha e Suécia, dos Estados Unidos e do Japão.

Veja abaixo como foi, Copa a Copa, o desempenho da seleção brasileira:

Participação do Brasil na Copa do Mundo feminina

1991 (China) – 9° lugar

O Brasil foi eliminado na primeira fase. Esteve no grupo com o campeão, Estados Unidos, e a terceira colocada Suécia. A única vitória da seleção foi contra o Japão. Pelo número de gols marcados, ficou fora das quartas de final, por ser o pior terceiro colocado.

Primeira fase

17/11 – Japão 0 x 1 Brasil
19/11 – Brasil 0 x 5 Estados Unidos
21/11 – Brasil 0 x 2 Suécia

1995 (Suécia) – 9° lugar

O Brasil caiu no grupo com a anfitriã Suécia, a vice-campeã Alemanha e o Japão. Apesar de vencer as suecas na estreia, a seleção ficou na última colocação da chave e foi eliminada de forma precoce no Mundial. A derrota para a Alemanha foi a maior já sofrida pela seleção no torneio.

Primeira fase

05/06 – Suécia 0 x 1 Brasil
07/06 – Brasil 1 x 2 Japão
09/06 – Brasil 1 x 6 Alemanha

1999 (Estados Unidos) – 3° lugar

Pela primeira vez o Brasil passou pela primeira fase do torneio, e com a primeira colocação. O time também conquistou sua maior vitória na Copa do Mundo: 7 a 1 sobre o México na estreia. Na segunda fase, vencia a Nigéria por 3 a 0, mas sofreu empate no fim do tempo normal e só conseguiu vaga na semifinal graças ao gol de ouro marcado por Sissi, artilheira do torneio, com sete gols. Na semifinal, perdeu para o campeão, Estados Unidos, mas conquistou o terceiro lugar ao derrotar a Noruega nos pênaltis. Além de artilheira, Sissi foi a bola de prata (segunda melhor jogadora) da Copa além de ter sido eleita uma das meio-campistas da seleção do torneio.

Primeira fase

19/06 – Brasil 7 x 1 México
24/06 – Brasil 2 x 0 Itália
27/06 – Alemanha 3 x 3 Brasil

Quartas de final

01/07 – Brasil 4 x 3 Nigéria

Semifinal

04/07 – Estados Unidos 2 x 0 Brasil

Disputa de 3° lugar

10/07 – Noruega (4) 0 X 0 (5) Brasil

2003 (Estados Unidos)- 5° lugar

No primeiro Mundial de Marta, o Brasil foi primeiro colocado de sua chave, com a potência da época, a Noruega, e as seleções da França e da Coreia do Sul, ainda zebras naquele ano. Nas quartas de final, perdeu para a Suécia, que ficou com o vice-campeonato daquele ano. Kátia Cilene, com quatro gols, foi a vice-artilheira do torneio.

Primeira fase

21/09 – Brasil 3 x 0 Coreia do Sul
24/09 – Noruega 1 x 4 Brasil
27/09 – França 1 x 1 Brasil

Quartas de final

01/10 – Brasil 1 x 2 Suécia

2007 (China) – Vice-campeã

O Brasil teve a primeira fase perfeita pela primeira vez nos Mundiais, com vitórias sobre a anfitriã China, a Dinamarca e a Nova Zelândia. Nas quartas de final, passou pela Austrália em jogo duro e conseguiu um histórico triunfo na semifinal contra a poderosa seleção dos Estados Unidos, por 4 a 0, com golaço de Marta. Na decisão, perdeu para a Alemanha por 2 a 0. Marta foi a Bola de Ouro, como melhor jogadora do torneio, e Cristiane foi a terceira. Daniela e Formiga entraram como meio-campistas na seleção do torneio, e Marta e Cristiane como atacantes. A camisa 10 foi artilheira do torneio, com sete gols.

Primeira fase

12/09 – Nova Zelândia 0 x 5 Brasil
15/09 – Brasil 4 x 0 China
20/09 – Brasil 1 x 0 Dinamarca

Quartas de final

23/09 – Brasil 3 x 2 Austrália

Semifinal

27/09 – Estados Unidos 0 x 4 Brasil

Final

30/09 – Alemanha 2 x 0 Brasil

2011 (Alemanha) – 5° lugar

O Brasil conquistou a primeira colocação da chave ao vencer Austrália, Guiné Equatorial e Noruega. Nas quartas de final, enfrentou a forte seleção dos Estados Unidos e foi derrotada nos pênaltis. O time vencia na prorrogação, mas sofreu gol no último lance da partida, e depois perdeu nos pênaltis. Marta foi a vice-artilheira da competição, com quatro gols, e integrou a seleção do torneio, junto com a defensora Érika.

Primeira fase

29/06 – Brasil 1 x 0 Austrália
03/07 – Brasil 3 x 0 Noruega
06/07 – Guiné Equatorial 0 x 3 Brasil

Quartas de final

10/07 – Brasil (3) 2 x 2 (5) Estados Unidos

2015 (Canadá) – 9° lugar

O Brasil disputou a primeira fase do torneio com Coreia do Sul, Costa Rica e Espanha. Classificou-se em primeiro com três vitórias, mas foi derrotado logo nas oitavas de final pela Austrália, que foi eliminada na fase seguinte pelo Japão.

Primeira fase

09/06 – Brasil 2 x 0 Coreia do Sul
13/06 – Brasil 1 x 0 Espanha
17/06 – Costa Rica 0 x 1 Brasil

Oitavas de final

21/06 – Brasil 0 x 1 Austrália

Começo semelhante com a seleção masculina

As seleções brasileiras masculina e feminina tiveram inícios semelhantes nas primeiras cinco Copas do Mundo que disputaram. Ao chegar à sua oitava edição, no entanto, o time masculino já havia conquistado dois títulos:

Copa do Mundo Ano Desempenho da seleção masculina Ano Desempenho da seleção feminina
1930 Eliminado na primeira fase – 6° lugar 1991 Eliminado na primeira fase – 9° lugar
1934 Eliminado na primeira fase – 14° lugar 1995 Eliminado na primeira fase – 9° lugar
1938 Terceiro lugar 1999 Terceiro lugar
1950 Vice-campeão 2003 Eliminado nas quartas de final – 5° lugar
1954 Eliminado nas quartas de final – 5° lugar 2007 Vice-campeão
1958 Campeão 2011 Eliminado nas quartas de final – 5° lugar
1962 Campeão 2015 Eliminado nas oitavas de final – 9° lugar
1966 Eliminado na primeira fase – 11° lugar 2019 Será disputado