Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Árbitra brasileira é escalada para apitar Mundial de Clubes em fevereiro

Edina Alves Batista e sua assistente Neuza Back estarão no torneio no Catar; Santos e Palmeiras ainda lutam por vaga

Por Da Redação Atualizado em 5 jan 2021, 17h55 - Publicado em 4 jan 2021, 10h10

Devido ao atraso no calendário do esporte mundial, em razão da pandemia do coronavírus, o Mundial de Clubes de 2020 será disputado em fevereiro deste ano, no Catar, e certamente terá participação brasileira. Enquanto Santos e Palmeiras, vivos na semifinal da Copa Libertadores, brigam por uma vaga como representante sul-americano, a juíza paranaense Edina Alves Batista e sua assistente Neuza Back foram selecionadas pela Fifa nesta segunda-feira, 4, para o quadro de arbitragem do Mundial.

Edina, de 40 anos, faz parte do quadro da Fifa desde 2016 e apita partidas da Série A do Brasileirão desde 2019. Ela esteve também na última Copa do Mundo feminina, na França, assim como sua assistente Neuza Back.

A Fifa anunciou nesta manhã a indicação de sete árbitros de campo e 12 assistentes, além de outros sete árbitros assistentes de vídeos para a operação do VAR. Além de Edina e Back, completa o trio de arbitragem feminino e sul-americano a argentina Mariana de Almeida.

“Sentimos orgulho. As mulheres estão conquistando espaço simplesmente por sua capacidade em campo. Este também é um indicador de que a arbitragem da Conmebol está na vanguarda do futebol mundial”, afirmou o ex-árbitro brasileiro Wilson Seneme, presidente da Comissão de Arbitragem da Conmebol.

O trio de arbitragem sul-americano, capitaneado por Edina Alves, para o Mundial de Clubes
O trio de arbitragem sul-americano, capitaneado por Edina Alves, para o Mundial de Clubes Conmebol/Divulgação

Entre os homens, os representantes sul-americanos são os uruguaios Leodan González, juiz principal e seus assistentes Nicolás Tarán e Richard Trinidad, além do chileno Julio Bascuñán e do colombiano Nicolás Gallo, escalados para o VAR. 

  • Antes de Edina, outras duas árbitras já haviam sido escaladas pela Fifa em competições masculinas, em edições da Copa do Mundo Sub-17: em 2017, na Índia, a pioneira foi a suíça Esther Staubli; dois anos depois, no Brasil, foi a vez da uruguaia Claudia Umpierrez.

    O Mundial de Clubes de 2020 será disputado entre 1 e 11 de fevereiro no Catar. O campeão da Libertadores, cujas semifinais serão disputadas entre Boca Juniors x Santos e River Plate x Palmeiras, estreia no dia 7, exatamente uma semana depois da final continental no Maracanã, e ainda em meio à disputa das últimas rodadas do Brasileirão.

    O representante europeu no torneio será o Bayern de Munique (Alemanha), campeão da última Liga dos Campeões. Tigres, do México, Ulsan Hyundai (Coreia do Sul), Al Ahly (Egito), Auckland City (Nova Zelândia) e o Al-Duhail (do Catar) também já estão classificados. O torneio vai utilizar três estádios da Copa do Mundo de 2022 e o sorteio para determinar os cruzamentos está marcado para 19 de janeiro, em Zurique, na Suíça.

    Assine DAZN | 30 dias grátis para curtir os maiores craques do futebol mundial ao vivo e quando quiser!

    Continua após a publicidade
    Publicidade