Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Após derrota para o Grêmio, Guto Ferreira é demitido do Bahia

Cláudio Prates, treinador da equipe sub-23, assume a equipe de forma interina

Chegou ao final a segunda passagem de Guto Ferreira pelo Bahia. Na noite deste domingo, após a derrota para o Grêmio, por 2 a 0, na Fonte Nova, a diretoria do clube de Salvador comunicou a saída do técnico em nota oficial divulgada em seu site. Cláudio Prates, treinador da equipe sub-23, assume de forma interina.

Guto Ferreira deixa o Bahia com o aproveitamento de 60,6% em sua segunda passagem à frente do time. Foram 33 jogos, 18 vitórias, seis empates e nove derrotas, além do título baiano deste ano, a vaga para as semifinais da Copa do Nordeste e na segunda fase da sul-americana.

A queda ocorreu em decorrência do fraco desempenho no Campeonato Brasileiro, especialmente dentro de casa, onde o Bahia sempre foi forte nos últimos anos. O time é o antepenúltimo colocado, com apenas oito pontos em nove rodadas.

Ele é o quarto técnico a cair no Brasileirão 2018. Antes dele, Marcelo Chamusca havia deixado o Ceará, Nelsinho Baptista saiu do Sport e Zé Ricardo pediu demissão do Vasco, este último após a derrota por 2 a 1 para o Botafogo, no último sábado, em São Januário. O Corinthians também trocou de técnico, mas por opção pessoal de Fábio Carille, que aceitou proposta do futebol árabe.

A diretoria do Bahia trabalha com alguns nomes para assumir o clube. O preferido é Paulo César Carpegiani, que teve um grande desempenho no comando da equipe no ano passado, chegando a brigar por uma vaga na Libertadores nas rodadas finais. Ele está livre depois de deixar o Flamengo no primeiro semestre.

Outros nomes que correm por fora são Nelsinho Baptista e Zé Ricardo. Baptista chegou a ser convidado pela diretoria no começo do ano, mas optou por assumir o Sport.