Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Apartamento de ex-mulher de Maradona é alvo de operação de busca

Ex-jogador argentino acusa Claudia Villafañe de ter roubado itens pessoais, como camisas, chuteiras e troféus

Por EFE 28 ago 2019, 15h17

Um dos apartamentos de Claudia Villafañe, ex-mulher e mãe de duas filhas do astro argentino Diego Armando Maradona, foi alvo de operação de busca a apreensão nesta quarta-feira, 28, a partir de denúncia feita pelo ex-jogador de 58 anos, que a acusa de roubar pertences pessoais.

O advogado de Maradona, Matías Morla, e de Claudia, Fernando Burlando acompanharam o procedimento no imóvel localizado no bairro de Villa Devoto, em Buenos Aires. A defesa do ídolo argentino disse que não foram localizados quaisquer objetos entre os reclamados e que solicitará novas operações de busca.

  • “Perguntem a Burlando porque fizeram isso. Eles sabem onde estão as camisas. Enquanto nos disserem onde estão, seguiremos procurando”, disse Morla. Maradona, por sua vez, se manifestou sobre o caso em postagem no Instagram, em que classificou a situação como um “circo”.

    “Foi mais do mesmo. Seguem sem me devolver o que roubaram. Riem da justiça, e ninguém faz nada”, garantiu o ex-jogador de Boca Juniors, Barcelona e Napoli, entre outros. “Como pode acontecer que a juíza siga questionando de quem são as camisas, as chuteiras e os troféus? É como quando te perguntavam na escola ‘de que cor era o cavalo branco de San Martín?’. Há três anos, não tenho resposta”, disse o ex-jogador.

    Maradona acusa da mãe de suas filhas Dalma e Giannina de “gestão fraudulenta” do dinheiro dele, e de ter ficado irregularmente com vários de seus pertences.

    Continua após a publicidade
    Publicidade