Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Apagado nas finais, Diego é eleito o craque da Copa do Brasil

Além de não ter brilhado nos dois jogos contra o Cruzeiro, meia do Flamengo perdeu o pênalti decisivo no Mineirão; Após a partida, ele admitiu má atuação

O meia Diego Ribas não conseguiu corresponder às expectativas da torcida do Flamengo na decisão da Copa do Brasil de 2017. O jogador de 32 anos teve atuações discretíssimas nas partidas contra o campeão Cruzeiro e ainda desperdiçou sua cobrança na decisão por pênaltis desta quarta-feira, no Mineirão. Ainda assim, foi eleito pela CBF o melhor jogador da competição.

Após a partida, Diego admitiu ter atuado abaixo de seu nível normal, mas demonstrou incômodo com as contestações. “Acho que não paguei para ninguém me escolher o melhor da competição. Se isso aconteceu, tem algum mérito. Não vivo meu melhor momento individual dentro do Flamengo, mas não tenho uma queda brusca. O brilho individual as pessoas esperam, mas nem sempre acontece.”

O jogador com passagens por seleção brasileira e grandes clubes da Europa ainda explicou que bateu a penalidade em seu canto de confiança e deu os méritos ao goleiro do Cruzeiro. “O Fábio foi muito feliz, fez uma grande defesa, mas era exatamente onde eu queria bater.”

(com Gazeta Press)