Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Andrés diz que Romero não quer renovar: ‘Não é mercenário, é direito dele’

Afastado do elenco, atacante paraguaio deve ficar no clube até julho e depois sair de graça

O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, disse nesta sexta-feira, 22, que o atacante paraguaio Ángel Romero não deve continuar no clube por muito tempo. Em entrevista ao canal SporTV, o dirigente afirmou que o jogador não tem o interesse de renovar o atual contrato. Como o vínculo atual termina em julho, a tendência é ele se transferir para outra equipe depois desse período, sem custos.

“O Romero não quer renovar, é um direito dele”, disse o presidente do Corinthians, que defendeu o jogador de possíveis críticas da críticas da torcida pela opção de não renovar. “Não tem que chamar ele de mercenário, não tem que ficar bravo com ele, não tem nada”, comentou. O atacante paraguaio de 26 anos está no Corinthians desde 2014.

O impasse contratual fez o Corinthians afastar Romero neste início de ano. O técnico Fábio Carille não utilizou o jogador nenhuma vez. A diretoria entende ter feito vários esforços para conseguir a renovação, mas neste momento sinaliza que deve desistir.

Andrés comentou ainda que, no caso de Romero, não se deve culpar o grupo OTB, que gerencia a carreira do atacante, pelo impasse. “O Bruno Paiva (empresário do atacante) é complicado mesmo. Mas nessa negociação do Romero ele não tem culpa. Desde o primeiro dia que ele virou o empresário do Romero, eu falei: ‘Não pago comissão’. Por quê? Porque estou há um ano negociando com o jogador, faltam seis meses, ele vira o empresário e eu vou pagar comissão?”, afirmou.

Maior artilheiro da história da Arena Corinthians com 27 gols, Romero conquistou dois Campeonatos Brasileiros (2015 e 2017) e dois Campeonatos Paulistas (2017 e 2018) pelo clube.