Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Andreas Pereira: ‘Nasci na Bélgica, mas me sinto brasileiro’

Meia de 21 anos justificou suas decisões de defender a seleção brasileira e de trocar o Manchester United pelo Valencia - para decepção de José Mourinho

O jovem meia-atacante Andreas Pereira, de 21 anos, tem ganhado destaque no cenário europeu. No início da semana, o técnico José Mourinho o criticou duramente por ter optado deixar o Manchester United e ser emprestado ao Valencia. Nesta quinta-feira, Andreas defendeu sua escolha de trocar o clube inglês pelo espanhol e também a de defender as seleções brasileiras de base e não as da Bélgica, seu país de nascimento.

Andreas nasceu na cidade belga de Duffel e passou a vida toda na Europa – antes do United, defendeu o PSV, da Holanda, nas categorias inferiores. Ele é filho do paranaense Marcos Pereira, ex-jogador que se profissionalizou na Inter de Limeira e fez carreira em diversos clubes da Bélgica na década de 90. Mas apesar de jamais ter morado no Brasil, Andreas aceitou o convite para defender o país desde a seleção sub-15 até a sub-23, trilhado caminho inverso ao de jogadores como Deco, Pepe e Diego Costa.

“Apesar de ter nascido e crescido na Bélgica, minha família é toda do Brasil. Meus pais falaram comigo e me perguntaram por qual país gostaria de jogar. Todos os anos visito os familiares no Brasil, tenho muitos amigos lá também. É difícil explicar, gosto muitos das pessoas na Bélgica, é um bom país, mas me sinto brasileiro e sou brasileiro”, afirmou Andreas ao diário Marca

José Mourinho e Andreas Pereira

José Mourinho e Andreas Pereira (Christopher Lee/Getty Images/Valencia/Reprodução)

O jovem jogador, que na temporada passada defendeu o Granada, da Espanha, por empréstimo, também falou sobre a recente polêmica com Mourinho. O técnico do United disse, em entrevista coletiva, que gostaria de contar com Andreas nesta temporada, mas o jogador insistiu para ser emprestado.

Essa decisão me decepcionou muito, já que acredito que Andreas tenha potencial para estar aqui, lutando por uma posição, por oportunidades, se sentindo jogador do Manchester United. É um jogador jovem, que quer jogar todas as semanas. Mas também saiu porque não está preparado para lutar por algo difícil. Todo mundo sabe que jogar no Manchester United é complicado”, afirmou Mourinho. 

“Não fiquei chateado. Falei com ele antes de vir. Por um lado estou contente porque ele me queria no time e acho que se eu não fosse um bom jogador isso não aconteceria. Então penso nisso pelo lado positivo (…) Quero trabalhar forte e ficar o ano todo no Valencia”, afirmou Andreas. O Manchester United, no entanto, poderá solicitar seu retorno em janeiro, na próxima janela de transferências. “Não sei o que United espera para o futuro, mas quero fazer o melhor pelo Valencia.”

Andreas Pereira

OAndreas Pereira durante a última partida, contra o Atlético de Madrid (Facebook/Reprodução)