Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Amigos-rivais: craques da Bélgica têm relação próxima com o Brasil

Hazard e De Bruyne são muito próximos de Willian, Gabriel Jesus e outros brasileiros. Lukaku vai além: fala português e é fã de feijão, guaraná - e Adriano

Por Luiz Felipe Castro - Atualizado em 4 jul 2018, 15h57 - Publicado em 4 jul 2018, 15h53

KAZAN – A badalada seleção da Bélgica, adversária do Brasil nas quartas de final da Copa do Mundo, tem fortes laços afetivos com o futebol brasileiro. O jogo desta sexta-feira, às 15h (de Brasília), em Kazan, será um grande reencontro de amigos, já que vários atletas são ou foram companheiros de clube. Nesta quarta-feira, depois do último treino em Sochi, Willian falou sobre a sensação de enfrentar Eden Hazard, seu colega de Chelsea e principal jogador belga, pela primeira vez.

Saiba quanto cada seleção vai ganhar na Copa

“O Hazard, além de um baita jogador, é um cara muito humilde, gosto muito dele. Mas agora cada um vai cuidar do seu lado, ele vai defender o dele, eu o meu, e espero que o Brasil possa levar a melhor”, disse o titular da ponta direita do Brasil. Ele também elogiou o goleiro Thibaut Courtois, outro companheiro de clube. “É um baita goleiro. Difícil achar um ponto fraco dele, é um goleiro muito alto, que sai bem. Vamos procurar a melhor maneira para atacar a Bélgica.”

Após a vitória contra o Japão por 3 a 2 nas oitavas de final, Hazard se disse ansioso para o duelo. “Vai ser magnífico porque jogar contra o Brasil sempre é incrível para um jogador.” O habilidoso camisa 10 do Chelsea não tem boas lembranças de Tite: em 2012, perdeu a final do Mundial de Clubes para o Corinthians, que ainda tinha Paulinho e Cássio. Mas em seus seis anos de Inglaterra, Hazard fez forte amizade com os brasileiros, especialmente Willian, Oscar e David Luiz. Em suas redes sociais, tem fotos com Ronaldo e Rivaldo.

Outro habilidoso meia da Bélgica bastante conhecido dos brasileiros é Kevin De Bruyne. O elegante meia do Manchester City é bastante tímido, mas está sempre próximo de Gabriel Jesus, Danilo e Fernandinho – o último, que será titular pela primeira vez na Copa, terá a incumbência de marcar o amigo. O capitão do City é Vincent Kompany, outro titular da seleção belga.

Publicidade

View this post on Instagram

A very happy birthday to my man @willianborges88 thank you for always making me laugh! #family #friends #cfc

A post shared by Eden Hazard (@hazardeden_10) on

Lukaku: guaraná e idolatria por Adriano

Outro destaque da Bélgica, o atacante Romelu Lukaku, é quem mais tem ligações com o Brasil, apesar de não ter companheiros do país no Manchester United no momento. Poliglota, o jogador de ascendência congolesa só atuou em clubes da Bélgica e da Inglaterra, mas aprendeu espanhol e até português com os vários colegas latinos que teve em seus clubes.

Publicidade

Em recente entrevista à ESPN Brasil, Lukaku contou que gosta de comer feijão, churrasco e beber guaraná, hábitos que herdou da convivência com Willian e David Luiz nos tempos de Chelsea. Além disso, o grande ídolo de infância do artilheiro de 25 anos foi Adriano Imperador. “Temos estilos de jogo parecidos, canhotos, fortes…”, contou Lukaku. Adriano retribuiu os elogios com uma postagem nas redes sociais.

View this post on Instagram

Obrigado pelo carinho que Deus te abençoe @romelulukaku

A post shared by Adriano imperador (@adrianoimperador) on

Publicidade

O meia Axel Witsel, que fala português fluente, pois passou pelo Benfica, e outro destaque belga bastante íntimo dos brasileiros. É muito amigo de Hulk, com quem jogou no Zenit, e Alexandre Pato, seu atual companheiro na China. O zagueiro Alderweireld e o goleiro Coiutois também foram companheiros de Miranda e Filipe Luís no Atlético de Madri.

Publicidade