Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Quinze jogos em que Coutinho foi protagonista no Santos de Pelé

Terceiro maior artilheiro da história do clube, eterno camisa 9 conquistou todos os títulos possíveis

Antônio Wilson Vieira Honório, o Coutinho, lenda do futebol brasileiro morta nesta segunda-feira, 11, aos 75 anos, jogou dez anos no Santos, clube pelo qual foi revelado, e ganhou fama mundial ao lado de seu maior parceiro, Pelé. Com 368 gols, o eterno camisa 9 da Vila Belmiro é o terceiro maior artilheiro da história do Santos, atrás apenas do Rei (1.091 gols) e de Pepe (403 gols), e conquistou todos os títulos possíveis, incluindo a Copa do Mundo de 1962, pela seleção brasileira.

Em torneios oficiais pelo Santos, Coutinho conquistou seis Campeonatos Paulistas, quatro Torneios Rio-São Paulo, cinco Taças Brasil (Campeonato Brasileiro), duas Libertadores e dois Mundiais. Começou nos profissionais em 1958, um ano depois de Pelé, com apenas 14 anos de idade, como opção no time para o atacante Pagão.

Jogou na equipe santista até 1967, quando se transferiu para o Vitória. Ainda jogou na Portuguesa, antes de voltar para defender o Santos em mais uma temporada, em 1970. Em 1971, com o sucesso da seleção brasileira no México, foi jogar pelo Atlas, mas voltou no mesmo ano para defender o Bangu, do Rio de Janeiro. Encerrou a carreira no Saad, em 1973, já lutando contra a balança, aos 30 anos.

Na seleção brasileira, Coutinho fez sua estreia em 1960, então com recém-completados 17 anos. Jogou no time até 1965 e marcou seis gols em quinze partidas, conquistando a Copa do Mundo de 1962, apesar de não ter participado de nenhum jogo (ficou na reserva em todas as seis partidas por lesão sofrida anteriormente).

Ele teve ainda uma curta carreira de técnico e dirigiu o Santos em duas oportunidades, em 1981 e 1995. Como atleta, porém, Coutinho se eternizou no clube paulista e, em certos momentos, chegou a ser tão progonista quanto Pelé. Confira, abaixo, os feitos de sua carreira e quinze atuações memoráveis.

Torneios oficiais em que Coutinho foi artilheiro

Com a seleção brasileira

Taça Oswaldo Cruz de 1961 (3 gols)

Com o Santos

Torneio Rio-São Paulo de 1961 (9 gols)
Libertadores de 1962 (6 gols)
Taça Brasil de 1962 (7 gols)
Torneio Rio-São Paulo de 1964 (11 gols)

15 grandes partidas da carreira de Coutinho

17/05/1958 – Santos 7 x 1 Sírio Libanês-GO

Com 14 anos, 11 meses e 7 dias de idade, estreou em amistoso contra o time goiano e marcou um dos gols da vitória santista.

21/04/1959 – Santos 2 x 0 Portuguesa

Fez sua estreia como titular com apenas 15 anos. Marcou os dois gols da vitória no estádio do Pacaembu.

17/05/1959 – Santos 3 x 0 Vasco

Um ano depois de sua estreia e a dias de completar 16 anos, marcou dois gols pelo Santos na decisão do Torneio Rio-São Paulo, no Pacaembu. Foi o primeiro título de Coutinho no time.

19/11/1959 – Santos 12 x 1 Ponte Preta

Na maior goleada oficial do Santos, no Campeonato Paulista, Coutinho foi protagonista, marcando cinco gols no estádio da Vila Belmiro. Pelé não jogou.

01/06/1961 – Basel 2 x 8 Santos

Coutinho marcou cinco gols no amistoso contra o time suíço, na Basiléia, durante tour santista na Europa.

25/07/1962 – Santos 5 x 1 XV de Piracicaba

Em jogo válido pelo Campeonato Paulista, na Vila Belmiro, voltou a marcar cinco gols em uma mesma partida.

28/07/1962 – Peñarol 1 x 2 Santos

No primeiro jogo da final da Copa Libertadores, disputada no estádio Centenário, em Montevidéu. Coutinho marcou os dois gols do Santos, que saiu atrás na partida.

19/09/1962 – Santos 3 x 2 Benfica

Na primeira partida da final do Mundial de Clubes em 1962, em jogo disputado no Maracanã, Coutinho marcou o segundo gol santista na vitória.

11/10/1962 – Benfica 2 x 5 Santos

No jogo decisivo do Mundial de Clubes daquele ano, no estádio da Luz, em Lisboa, Coutinho não foi tão protagonista quanto Pelé – o Rei marcou três e considera esta a melhor atuação de sua carreira –, mas jogou muito bem e anotou o terceiro gol santista.

04/09/1963 – Santos 3 x 2 Boca Juniors

Na primeira final da Libertadores daquele ano, em partida disputada no estádio do Maracanã, Coutinho marcou dois gols da vitória santista.

11/09/1963 – Boca Juniors 1 x 2 Santos

No jogo que deu o bi continental ao Santos, Coutinho marcou o primeiro gol santista na vitória em plena Bombonera.

06/12/1964 – Santos 7 x 4 Corinthians

Em jogo marcante na história do clássico, Coutinho fez três gols no estádio do Pacaembu. A goleada foi válida pelo Campeonato Paulista.

08/10/1966 – Santos 3 x 0 Corinthians

Partida que marcou a estreia de Garrincha, no Campeonato Paulista, jogando pelo Corinthians, Coutinho marcou os três gols do Santos no Pacaembu.

16/01/1970 – Boca Juniors 2 x 2 Santos

Em seu retorno ao Santos, em amistoso na cidade de Mar del Plata, na Argentina, marcou um dos gols do Santos contra o Boca.

14/01/1973 – Saad 2 x 2 Santos

Esta atuação não foi pelo Santos de Pelé, mas contra a equipe de seu coração. Em jogo amistoso disputado em São Caetano do Sul, o Saad, jogando em casa, com Coutinho no time titular, empatou por 2 a 2 com o Santos, com um gol do atacante. Foi o último de sua carreira.