Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Zeca Camargo estava chegando a Bruxelas no momento dos atentados

Segundo o jornalista, a viagem deveria durar menos de 24 horas, mas com o ocorrido, ainda não há previsões de quando conseguirá voltar ao Brasil

Zeca Camargo informou por meio de sua conta no Instagram, nesta terça-feira, que estava chegando a Bruxelas, na Bélgica, no momento dos dois atentados que deixaram diversos feridos e mortos. O apresentador do programa “É de casa”, da TV Globo, explica em um vídeo publicado em seu Instagram (veja abaixo) que estava no trem, se aproximando da estação, quando avisaram os passageiros dos atentados. De acordo com o jornalista, a viagem deveria durar menos de 24 horas, mas com o ocorrido, ainda não há previsões de quando conseguirá voltar ao Brasil.

“Aqui está um trecho do vídeo que fiz logo pela manhã, na frente do hospital (Saint Pierre) para onde as vítimas estão sendo trazidas. […] Sigo dando notícias desta cidade, Bruxelas, que como você pode imaginar está mais que assustada. Está em alerta máximo!”, escreveu Camargo em sua publicação logo após a postagem do vídeo.

Leia também:

Identificado mais um dos cúmplices dos atentados de Paris

Terrorista dos atentados de Paris já planejava nova ação

Por sua página do Facebook, Camargo segue atualizando as informações sobre os atentados e a situação local. Há alguns minutos, o apresentador, que estava buscando um restaurante para almoçar no centro da cidade, publicou um vídeo de uma família de brasileiros, de Goiás, que estava a caminho da escola dos filhos para saber quando eles seriam liberados. Os brasileiros aproveitaram para avisar a família que estão bem.

O atentado – As explosões no aeroporto internacional e na estação de metrô em Bruxelas deixaram pelo menos 28 mortos e 55 feridos, segundo confirmou a Procuradoria Federal belga à emissora local RTL. As detonações aconteceram em um dos terminais de embarque do aeroporto Zaventem, perto dos balcões de check-in da companhia americana American Airlines. A Procuradoria confirmou que as explosões no aeroporto foram causadas por um homem-bomba. Em uma entrevista coletiva, o primeiro-ministro belga Charles Michel confirmou que os terroristas estão mortos, mas o país ainda não está livre das ameaças. Foram duas explosões no aeroporto e outra na estação metrô de Malbeek, que fica próxima dos edifícios que abrigam órgãos da União Europeia (UE).

Veículos de imprensa da Bélgica reportaram que as explosões no aeroporto ocorreram por volta das 8h15 locais (4h15 de Brasília) e o ataque na estação de metrô aconteceu cerca de uma hora depois. As emissoras belgas mostraram imagens de uma densa fumaça atravessando os vidros quebrados do terminal, e da correria dos passageiros que deixavam o local de forma precipitada. Todos os voos foram suspensos e os aviões que deveriam pousar no aeroporto de Zaventem foram direcionados para outros locais.

Como digo no vídeo é uma coincidência surpreendente e ao mesmo tempo triste que eu cheguei em Bruxelas praticamente no mesmo momento em que foi dada a notícia da primeira explosão do que certamente é um atentado terrorista na cidade – os detalhes ainda estão sendo apurados enquanto escrevo isso. Vim aqui para uma visita turística e… Isso agora!? Ninguém ainda sabe o que vai acontecer – as ruas estão bastante vazias… e já são 10h da manhã aqui. Repito, esta não é uma viagem de trabalho, mas não tem como não ter uma curiosidade de jornalista nesta hora. Dá uma olhada no vídeo e sigo dando notícias!#brussels #belgica #belgium #belgie #bomb #terror #brusselsattack

Publicado por O Zeca Camargo em Terça, 22 de março de 2016

(Da redação)