Clique e assine a partir de 9,90/mês

Whitney Houston morre aos 48 anos

Por Abdelhak Senna - 12 fev 2012, 00h09

A cantora pop Whitney Houston, 48 anos, foi encontrada morta neste sábado num quarto do Beverly Hills Hotel, informou a polícia.

As causas da morte ainda não foram esclarecidas e não se sabe se estão ou não ligadas ao uso de drogas.

“Às 15h55 Whitney Houston foi declarada morta no Beverly Hilton Hotel”, informou Mark Rosen, um porta-voz da polícia.

“Lamentavelmente, é verdade”, confirmou o agente Jill Fritzo em um correio eletrônico, também sem dar maiores detalhes.

Continua após a publicidade

Rosen informou que a polícia recebeu uma ligação de emergência de alguém da equipe da cantora e os agentes encontraram Houston caída no chão de seu quarto no quarto andar do hotel. Aparentemente as tentativas de ressuscitá-la não surtiram efeito.

“Não havia sinais óbvios de tentativa criminosa no local, que está sendo investigado pelo departamento de polícia de Beverly Hills”, acrescentou.

Mensagens de pêsames começaram a ser postadas no Twitter de fãs chocados com a notícia e famosos entristecidos pela perda da artista.

Dona de uma voz poderosa, Houston dominou o cenário musical americano nos anos 1980 e 1990 como a cantora pop-soul conhecida como “the Voice” e a “Rainha do Pop.” Ela também atuou em filmes de sucesso como “Falando de amor” e “O guarda-costas”.ar.

Continua após a publicidade

Filha de uma família musical, que incluía sua mãe Cissy Houston, uma cantora gospel, e Dionne Warwick, sua prima, Whitney Houston começou adolescente a trabalhar como modelo e depois começou a cantar.

Seus sucessos incluíam “How Will I Know,” “Saving all My Love for You” e “I Will Always Love You.”

Houston conquistou seis Grammy, incluindo dois de álbum do ano.

Houston, que cresceu em Nova Jersey, também deu seu apoio ao movimento anti-apartheid de Nelson Mandela, e fez campanha pela libertação do líder negro sul-africano.

Continua após a publicidade

Posteriormente, teve sérios problemas com drogas, o que abalou sua saúde e carreira.

Houston vendeu mais de 170 milhões de álbuns em termos mundiais, mas sofreu um grande baque na carreira ao admitir a dependência de drogas e uma relação abusiva com seu ex-marido Bobby Brown.

Brown fez sucesso como cantor de rhythm and blues nos anos 1980 e 90, mas ficou mais conhecido como marido de Houston e por seu envolvimento constante com drogas e a lei.

O casal, que se divorciou em 2007, estrelou um reality show, “Being Bobby Brown”, que falava de seu casamento. Os dois tiveram uma filha, Bobbi Kristina.

Continua após a publicidade

Brown foi preso em Atlanta, em 1993, por atentado ao pudor, e por agressão em 1995. Também foi preso por dirigir bêbado em 1996 e por bater em Houston em 2003.

Publicidade