Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Voo com destino a Pequim retorna a Paris após falsa ameaça de bomba

Alerta foi causado por mal-entendido entre passageiro e funcionário da companhia aérea Air China sobre um pacote suspeito abandonado no terminal

Um voo da companhia Air China que viajava de Paris a Pequim foi obrigado a retornar à capital francesa depois de decolar nesta quinta-feira (26) por conta de uma falsa ameaça de bomba, segundo informou a companhia aérea em seu perfil da rede social Weibo, o equivalente ao Twitter no país asiático.

“A Air China recebeu uma mensagem terrorista suspeita. O voo CA876 retornou a Paris a salvo, com o avião e os passageiros em perfeitas condições”, publicou a companhia em seu perfil.

O avião aterrissou em Roissy às 08h55 (de Brasília) depois de ter dado a meia-volta com 30 minutos de voo. Segundo autoridades francesas, a falsa ameaça teve origem em um mal-entendido entre um passageiro e a companhia aérea.

“Um passageiro atrasado por causa um pacote abandonado no aeroporto (parisiense) Roissy ligou para a companhia dizendo que havia uma bomba no terminal, mas seu interlocutor entendeu que havia uma bomba a bordo do avião”, informou a autoridade aeroportuária de Paris.

Em um vídeo divulgado pelo jornal de Hong Kong South China Morning Post, supostamente gravado no interior do avião após seu retorno a Paris, vários policiais e cachorros da polícia inspecionavam a aeronave enquanto os passageiros desembarcavam pelas escadas.

Uma investigação foi aberta pela Promotoria, e o passageiro que fizera o alerta, um australiano, foi colocado sob custódia da polícia, de acordo com uma fonte próxima à investigação.

Os passageiros do Boeing 787 agora deverão retomar a viagem para Pequim no voo das 18h.