Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vítima é identificada quase 14 anos depois dos ataques de 11 de setembro

Matthew David Yarnell tinha 26 anos quando as Torres Gêmeas foram alvo do atentado terrorista

Quase catorze anos depois dos ataques de 11 de setembro, as autoridades de Nova York anunciaram que mais uma vítima foi identificada. O jovem Matthew David Yarnell, morador de Nova Jersey, foi identificado a partir de testes de DNA. Ele tinha 26 anos quando o atentado foi perpetrado.

A identidade de Yarnell foi revelada a partir de novas análises de amostras recolhidas durante os primeiros esforços de recuperação dos corpos de 2001 a 2002. Com a descoberta, o número de vítimas identificadas passa a ser de 1.640, de um total de 2.753 pessoas dadas como mortas nos ataques contra as Torres Gêmeas.

Leia também:

Museu do 11 de setembro é inaugurado em NY

O jovem trabalhava como analista de tecnologia em uma firma de investimentos que mantinha escritório no 97º andar da torre sul. No total, 97 funcionários da empresa foram mortos no atentado, informou o jornal The New York Times.

Antes de Yarnell, a identificação mais recente havia ocorrido em setembro do ano passado, quando as autoridades divulgaram informações sobre Patrice Braut, único cidadão belga a morrer no ataque.

Os médicos analisaram 21.906 grupos de restos humanos resgatados no local dos atentados, informou a agência France-Presse. Os testes realizados nos restos encontrados e a evolução da ciência nos últimos anos contribuíram para novas identificações.

(Da redação)