Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Vítima de incêndio em balsa morreu ao salvar a mulher

Embarcação com 478 passageiros partiu de Patras, na Grécia, com destino de Ancona, na Itália. Até o momento, 165 pessoas foram resgatadas

Por Da Redação 28 dez 2014, 18h42

A única vítima fatal do incêndio que atingiu uma balsa italiana neste domingo morreu tentando salvar a própria mulher. Um oficial da Marinha Mercante da Grécia não revelou o nome da vítima, mas informou que o homem era grego e caiu na água após escorregar na tentativa de resgate. A mulher foi salva com vida e seguiu para a cidade italiana de Brindisi.

A balsa pegou fogo por volta das 4h (meia-noite no horário de Brasília) no canal de Otranto quando se dirigia da cidade grega de Patras para Ancona, na Itália. Até o momento, autoridades gregas e italianas já resgataram 165 dos 478 passageiros e tripulantes. De acordo com a companhia de navegação grega Anek, apesar do mau tempo, o procedimento de resgate “está sob controle.”

Leia também:

Mau tempo dificulta resgate de passageiros de balsa incendiada

Ao menos um passageiro morre em incêndio em balsa na Itália

A Marinha italiana informou que o rebocador Marietta Barretta atracou na balsa, o que permitiu estabilizar o barco e acelerar a retirada das pessoas a bordo. Um dos passageiros resgatados informou para a imprensa local que todas as crianças a bordo (cerca de 40) foram evacuadas.

A equipe de salvamento trabalhou em condições difíceis pela manhã, com ventos de 10 na escala de Beaufort (que vai até 12), chuvas torrenciais e granizo. De acordo com a Marinha italiana, a situação melhorou durante a tarde. O resgate deve continuar ao longo da noite.

Grécia e Itália trabalham em parceria para efetuar o resgate, que está sendo feito com sete embarcações privadas, uma fragata da armada grega e quatro lanchas da guarda litorânea, além de três helicópteros e dois aviões das forças aéreas grega e italiana.

(Com AFP)

Continua após a publicidade
Publicidade