Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Violência no Rio é destaque no New York Times

Aumento da violência na capital fluminense é tema de reportagem do mais prestigioso jornal dos EUA

Por Da redação Atualizado em 30 jul 2020, 20h32 - Publicado em 19 nov 2017, 16h17

O jornal americano The New York Times destacou a violência no Rio de Janeiro em matéria de capa de seu caderno internacional deste domingo. Com o título, na versão impressa, de “After Lull in Rio de Janeiro, a Merciless Return to Violence” (Após calmaria no Rio de Janeiro, um retorno cruel à violência, em tradução livre), a matéria assinada pelo correspondente do diário no Brasil, Ernesto Londoño, vem acompanhada de uma série de fotos que mostram cenas da violência cotidiana na capital fluminense.

O jornalista destaca que, após a Olimpíada de 2016, a cidade passa agora por um aumento na criminalidade reminiscente de “seus períodos mais sombrios nos anos 1980 e 1990”, com o crescimento da violência em todo o Brasil tendo sido exacerbado devido à recessão, à corrupção e à intensa competição entre traficantes de drogas.

  • A reportagem cita ainda Monica de Bolle, especialista em Brasil do Peterson Institute for International Economics, definindo a corrupção como a principal causa pela qual a Olimpíada não serviu de “catalista para reduzir a desigualdade em uma cidade onde riqueza exorbitante e destituição já coexistiam há muito tempo com forte contraste”.

    A situação nas favelas fica clara com a estatística apresentada na matéria sobre as escolas no Rio: neste ano, até o fim de outubro, só houve onze dias em que nenhuma delas teve que ser fechada por conta da violência urbana.

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade