Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vídeos mostram resgate e os meninos tailandeses no hospital

Socorristas afirmaram que os meninos haviam tomado substâncias para deixá-los "adormecidos" durante o procedimento de retirada da caverna

As autoridades da Tailândia divulgaram nesta quarta-feira 11 as primeiras imagens da complexa operação de resgate de doze meninos e seu treinador de futebol, presos por duas semanas em uma caverna inundada. Eles continuam internados, em observação, em hospital local.

Um vídeo do resgate foi postado pelo corpo de elite da Marinha tailandesa em sua página do Facebook. As imagens mostram o transporte de alguns dos garotos, deitados em macas, aparentemente sedados e usando equipamentos de mergulho. Muitos mergulhadores tailandeses e estrangeiros também aparecem usando cordas, roldanas e tubos de plástico para tirá-los do complexo subterrâneo.

Mais cedo, um dos socorristas, membro dos fuzileiros da Marinha tailandesa e integrante da operação de resgate, informou que alguns meninos estavam “adormecidos” durante o procedimento.

“Alguns deles estavam adormecidos, outros moviam os dedos (como se estivessem) ‘grogues'”, explicou o comandante Chaiyananta Peeranarong, que foi o último socorrista a deixar a caverna após o resgate dos jovens, com idade entre 11 e 16 anos, e seu treinador de futebol.

O Departamento de Relações Públicas do governo da Tailândia também postou hoje as primeiras imagens de alguns dos garotos no hospital. O vídeo mostra os integrantes da equipe de futebol, conhecida como Wild Boars (“Javalis Selvagens”, em inglês) em suas camas, usando máscaras de proteção, dentro de um ambiente protegido por paredes de vidro.

Os médicos informaram que os meninos estão em boas condições físicas e mentais. Nas imagens, os jovens acenam para as câmeras e familiares do lado de fora do vidro de proteção, fazendo a tradicional saudação “wai“, assim como símbolos de paz e amor e de “eu te amo” na língua de sinais – na Tailândia, também é utilizado para dizer “estou bem”.

Os socorristas e mergulhadores estrangeiros, auxiliados por comandos da Marinha da Tailândia, foram celebrados como heróis por terem resgatado em segurança o grupo da caverna de Tham Luang, no norte do país. Os garotos ficaram presos dentro da gruta em 23 de junho, em razão de uma inundação.

A exclamação “Hooyah“, herdada da Marinha americana para celebrar missões bem-sucedidas, proliferava nas redes sociais tailandesas. “Missão cumprida!”, felicitou o jornal tailandês The Nation.

(Com AFP)