Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vídeo: homem resgata mulher e cachorro de enchente na Louisiana

Inundações no Estado americano da Louisiana já deixaram 9 mortos e fizeram diques transbordar

Nove pessoas morreram e 20.000 tiveram de ser resgatadas no Estado americano da Louisiana por causa das chuvas que provocaram inundações no sul do Estado, onde alguns diques transbordaram, informaram nesta terça-feira as autoridades locais. Uma emissora da região registrou o resgate de uma motorista e seu cachorro de dentro de um carro que afundava na enchente em Baton Rouge.

Segundo o Lower Mississipi River Forecast Center, as enchentes foram o resultado de dois dias de fortes chuvas em uma região pantanosa e que fica abaixo do nível do mar em alguns pontos. Os especialistas classificaram a tragédia como “um evento que acontece uma vez a cada 100 anos”.

O governador da Louisiana, John Bel Edwards, disse hoje em entrevista coletiva que 8.000 pessoas permanecem em refúgios e que, além das 20.000 pessoas resgatadas, mais de mil animais de estimação também tiveram que ser evacuados.

Além disso, cerca de 34.000 casas estão alagadas ou não têm fornecimento de energia elétrica, o que piora a situação para os que não foram resgatados e agora não dispõem de luz e eletrodomésticos.

LEIA TAMBÉM:
Três policiais são mortos em Baton Rouge, nos EUA
Vídeo de policiais executando homem negro nos EUA provoca revolta

A pior das precipitações, que acumularam dois metros de água em poucas horas, ocorreu na região sul conhecida como Bayou, uma área pantanosa banhada pelo rio Mississipi.

Um terço de todo o condado de Ascension Parish, entre Baton Rouge e Nova Orleans, segue debaixo d’água, depois que vários diques transbordaram devido ao aumento do nível das águas, algo que lembra o desastre do furacão Katrina em 2005, que deixou cerca de 2.000 mortos.

No sábado, a emissora de TV local WAFB registrou o momento em que um homem chamado David Phung resgatou uma motorista e seu cachorro de um carro que afundava na enchente de Baton Rouge, na Louisiana.

 

(Com EFE)