Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Veterinário venezuelano é detido por contrabandear heroína dentro do estômago de cachorros

Andrés López Elorza fazia parte de uma gangue que usava cães para enviar heroína da Colômbia para os Estados Unidos

Andrés López Elorza, um veterinário venezuelano de 33 anos, foi preso no último sábado na Espanha por envolvimento com uma gangue de tráfico de drogas que usava cães para enviar heroína da Colômbia para os Estados Unidos. A gangue implantava a droga no estômago de filhotes de cachorro.

Elorza estava sendo procurado desde 2005, quando autoridades colombianas encontraram 3 quilos de heroína no estômago de três filhotes de cachorro na clínica do veterinário em Medellín, na Colômbia. Segundo a polícia colombiana, os filhotes eram das raças rottweiler e labrador.

LEIA TAMBÉM:

EUA acusam Venezuela de não se empenhar no combate ao narcotráfico

Polícia da Itália desmantela rede de tráfico de drogas ligada às Farc

Justiça dos EUA confirma que políticos venezuelanos são investigados por tráfico de drogas

Elorza foi encontrado em Santa Comba, na Espanha, cidade onde estava escondido desde que o tribunal nacional da Colômbia autorizou sua extradição para os Estados Unidos, no mês passado.

(Da redação)