Clique e assine a partir de 9,90/mês

Vereador americano cobra pena mais dura a Justin Bieber por direção perigosa

Por Da Redação - 9 jul 2012, 15h53

Los Angeles (EUA.), 9 jul (EFE).- O vereador de Los Angeles Dennis Zine afirmou nesta segunda-feira que o cantor Justin Bieber deveria ter sido detido por dirigir de forma temerária pelas estradas da região na última sexta-feira, quando foi multado por patrulheiros.

Zine, em entrevista à emissora de televisão ‘ABC’, disse que na última sexta-feira circulava de carro por uma da via expressa da cidade californiana, quando foi ultrapassado pelo chamativo carro esporte de Bieber, que o cantor guiava a 160 km/h, aproximadamente.

‘Segundo vi, se antecipava um acidente. Uma desconsideração proposital com as pessoas que estavam na estrada’, explicou o político, que durante 33 anos foi policial.

Foi o próprio vereador que informou a patrulheiros sobre o excesso de velocidade do cantor, que acabou multado por exceder o limite da estrada, que era de 100 km/h.

Continua após a publicidade

Dennis Zine afirmou que a pena é pequena de acordo com a atitude do cantor ao volante, que mudava constantemente de pista, ziguezagueando entre os veículos, enquanto cinco ou seis carros o perseguiam, como declarou posteriormente o cantor. Segundo Bieber, os nesses automóveis estavam fotógrafos.

O astro se queixou aos patrulheiros do comportamento agressivo dos ‘paparazzi’ e que por isso acelerou o seu prateado carro esportivo, avaliado em US$ 100 mil (mais de R$ 200 mil), presente do seu representante, quando o cantor completou 18 anos.

Não é a primeira vez que Bieber tem problemas com fotógrafos. Promotores da Los Angeles atualmente estão analisando se oferecem denúncia contra o cantor por um incidente em maio, quando acertou um soco em um ‘paparazzi’ na saída de um shopping. EFE

Publicidade