Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Venezuela: traficante colombiano ‘mais procurado’ é preso

Captura de Daniel Barrera, o mais poderoso chefe do narcotráfico no país, é 'a mais importante dos últimos tempos', disse presidente Juan Manuel Santos

Por Da Redação 19 set 2012, 04h15

Daniel Barrera, conhecido como “El Loco Barrera”, chefe do narcotráfico “mais procurado” da Colômbia segundo o presidente Juan Manuel Santos, foi capturado na Venezuela. Em pronunciamento no rádio e televisão nesta terça-feira, Santos confirmou que a detenção aconteceu em San Cristóbal, na fronteira entre os dois países, em uma operação que contou com o apoio de organismos de segurança de Venezuela, Estados Unidos e Grã-Bretanha.

Leia também:

‘Rainha da cocaína’ é assassinada em Medellín

México anuncia a captura do líder do Cartel do Golfo

“É talvez a prisão mais importante dos últimos tempos”, afirmou o presidente colombiano. Barrera era o mais poderoso chefão do tráfico do drogas nos últimos dez anos no país, segundo organismos de inteligência colombianos, e o último ainda em liberdade.

Juan Manuel Santos, que apareceu na TV na companhia do ministro da Defesa, Juan Carlos Pinzón, enfatizou que o traficante “se dedicava a todo tipo de crime, alianças perversas com paramilitares, as Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) e, certamente, ao narcotráfico”.

O governo colombiano oferecia uma recompensa de 2,5 milhões de dólares (cerca de 5 milhões de reais) por qualquer informação que conduzisse à captura de Barrera. A prisão dele é a terceira grande baixa do narcotráfico do país este ano. Em junho, foi capturado o chefão do cartel Los Rastrojos, Diego Perez Henao, conhecido como Diego Rastrojo. Em maio, Javier Antonio Calle Serna, antigo líder do mesmo cartel, se entregou a autoridades dos EUA em Aruba.

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade