Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Venezuela: serviço público terá semana de apenas dois dias úteis

Medida é mais uma das tentativas do governo de poupar energia elétrica

O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, ordenou na terça-feira (26) que os servidores públicos do país só trabalhem dois dias por semana para poupar energia. A medida é mais uma da série de tentativas de amenizar a crise de energia elétrica no país.

Maduro avaliou que ao menos por duas semanas os funcionários não trabalharão na quarta, quinta e sexta-feira, exceto nas tarefas consideradas fundamentais para o funcionamento do país. Os salários continuarão sendo pagos integralmente, apesar da redução na carga de trabalho. Até o momento, as medidas que envolvem o funcionalismo não afetavam o setor de educação. Porém, o presidente determinou também que as escolas de ensino fundamental e médio não funcionem às sextas.

Leia mais:

Venezuela ficará 4 horas por dia sem luz

O governo já havia decretado as sextas-feiras de folga para a maioria dos 2,8 milhões de funcionários públicos durante abril e maio para reduzir o consumo. Além disso, a Venezuela ficará sem energia elétrica por quatro horas diárias em seus principais estados e terá o fuso horário alterado, diminuindo meia hora, para aproveitar mais a luz do sul.

A seca causada pelo fenômeno climático El Niño é a pior dos últimos 40 anos, o que secou as represas e ameaça a Central Hidroelétrica El Guri, que gera 70% da eletricidade do país. A escassez de água e de eletricidade agravou o sofrimento dos 30 milhões de venezuelanos, que já enfrentam forte recessão, falta de itens básicos que vão de leite a remédios, preços em disparada e longas filas nos estabelecimentos comerciais.

(Com AFP e Reuters)