Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

Venezuela: Mulher de Leopoldo López denuncia invasão da casa da família

López, que cumpria prisão domiciliar, foi libertado por militares rebeldes na terça-feira - em levante liderado por Juan Guaidó contra o regime de Maduro

Por AFP Atualizado em 2 Maio 2019, 11h56 - Publicado em 2 Maio 2019, 06h15

A casa do líder opositor venezuelano Leopoldo López em Caracas foi invadida, denunciou sua mulher, Lilian Tintori, que se refugiou com o marido na embaixada da Espanha na terça-feira, após uma tentativa frustrada de rebelião militar contra o governo de Nicolás Maduro.

A ação policial aconteceu na terça-feira à noite, de acordo com Tintori. “Entraram em nossa casa, como delinquentes, sem ordem de busca e sem a nossa presença. Destruíram a casa e roubaram nossas coisas”, escreveu no Twitter.

“Não sabemos qual era a intenção. Já sabiam que nem Leopoldo, eu, nem meus filhos estávamos em casa”, completou Tintori, que publicou fotografias de livros, documentos e móveis jogados no chão.

Após a rebelião de um grupo de militares que liderou ao lado de Juan Guaidó – presidente do Parlamento reconhecido como presidente encarregado da Venezuela por quase 50 países -, López seguiu com Tintori e um de seus três filhos para a embaixada da Espanha em Caracas, informou o chanceler chileno, Roberto Ampuero.

Continua após a publicidade

Em um primeiro momento, a família buscou refúgio na embaixada do Chile. López foi libertado da prisão domiciliar por militares rebeldes na terça-feira e acompanhou Guaidó quando ele anunciou o início da rebelião em um vídeo na base aérea militar de La Carlota.

Tintori não explicou sua condição, depois de retornar à residência da família na zona leste da capital venezuelana.

“Eu vou arrumar minha casa, porque é o nosso lar (…). Se queriam nos amedrontar, aqui seguiremos de pé, firmes, como todos os venezuelanos”, afirmou.

López, que cumpria desde 2014 uma pena por “incitação à violência” nos protestos que convocou naquele ano contra Maduro e que deixaram 43 mortos, não falou sobre a invasão.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)